Agronegócio

2ª etapa da campanha de vacinação contra a aftosa inicia nesta 4ª


Fonte: Agência Alagoas

01/11/2017 09h55

O Governo de Alagoas, por meio da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), iniciou, no domingo (29), a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2017. A ação aconteceu no Parque da Pecuária, em Maceió, durante o encerramento da 67ª Expoagro, com a vacinação simbólica de animais das três principais raças de bovinos existentes em Alagoas: nelore, gir e girolando.

A solenidade contou com a presença de criadores, lideranças de entidades do setor agropecuário e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), além do presidente da Adeal, Augusto César Jatobá, que também representou o secretário estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Antônio Santiago.

“Vamos iniciar, nesta quarta-feira, mais uma etapa de vacinação. Deverão receber a dose antiaftosa, aproximadamente, 500 mil animais de um rebanho de 1,1 milhão. Agradecemos o empenho e a dedicação do governador Renan Filho na luta contra a febre aftosa”, afirmou o presidente da Adeal, destacando também o engajamento dos servidores do órgão de defesa agropecuária, além do apoio do Mapa, Faeal e da ACA na conquista do status sanitário de zona livre.

A campanha de vacinação será aberta, oficialmente, na próxima quarta-feira, 1º de novembro, seguindo até o dia 30. Neste período, as lojas de revenda estarão liberadas para a comercialização das doses antiaftosa.  

“Alagoas tem vencido com êxito cada etapa da campanha de vacinação, atendendo os protocolos do Ministério da Agricultura que têm o propósito de garantir ao produtor um rebanho seguro e saudável”, declarou Alay Correia, superintendente Mapa em Alagoas.

Nesta etapa, por determinação do Ministério da Agricultura, deverão ser vacinados apenas animais na faixa etária de zero a 24 meses de vida. Mas, apesar da mudança, o criador continua sendo obrigado a declarar todo o rebanho nos escritórios da Adeal.

“O criador precisa ficar atento a este detalhe importante que vai gerar uma economia maior nesta etapa da campanha. O produtor rural é consciente do papel dele e como sempre vai fazer o dever de casa, vacinando e declarando na Adeal”, alertou Domício Silva, presidente da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA).



Compartilhe