CULTURA

Um Silêncio Avassalador - Lucas Barroso


Adalberto Souza

20/01/2017 21h48

A conversa de hoje é sobre segredos, sombras e desejos. A conversa de hoje é sobre tudo aquilo que nos faz calar e perguntar: será?

A conversa de hoje é sobre a ensurdecedora calmaria carregada de curiosidades inconfessáveis e rituais bem poucos discutidos em rodas de amigos.

Com essa curiosidade, me deparei com o novo livro de contos do escritor Lucas Barroso, Um Silêncio Avassalador, que a Editora Moinhos lançou em 2016.

Em sua definição, silêncio é ausência de qualquer ruído, ou ainda, mais idilicamente, sossego, repouso, inação e avassalador significa possuir domínio ou ter poder completo sobre outra coisa ou pessoa. E nada poderia descrever melhor a sensação que fica com a leitura desse livro. Um poderoso silêncio dominador. Aquele que vai fazer pensar por vários dias. Um inquietante sentimento de que sua alma foi escrutinada e desse processo não se pode voltar de mãos vazias.

A escrita bem pensada do autor, sua forma de conduzir as situações levando o leitor ao máximo de curiosidade, como é o caso do impactante conto: “Quando Fui Puta” (p. 20). É o ponto chave do livro. Um apuro linguístico na transposição das falas dos personagens quase dá para ouvir, em sua taciturnidade dominadora, suas falas in loco.

As coisas e situações presentes em todos os contos, assustam e encantam, muito pelo real e também muito pelo imagético de que aquilo pode em algum momento ser possível. Nada é inimaginável dentro desse universo que o autor descreve.

É silêncio, sim. É avassalador, sim. O que Barroso propõe é aquela sensação de vazio que preenche o espaço antes da explosão. O livro é inflamável e cortante. A sensação é de que algo está diferente na ordem das coisas, o autor expõe medos e trata de temas palpáveis em nossos dias. Violência, autopunição, retratação e uma boa dose de perversões, ou seja, nada distante da realidade que vivenciamos.

É disso que o livro trata, do lado obscuro e impactante da alma. Aquele domado por leis próprias e carregados de sombras, prestes a eclodir, escondido atrás de máscaras sociais (policial, professor) mas latentes em desejos inconfessáveis e ilegais ou ainda no surpreendente  “Como um filme de Almodóvar” (p. 79), um singelo e inesperado registro de como a alma humana pode surpreender.

A sensação depois de cada leitura, de cada um desses contos é de uma passagem por uma centrífuga, e isso é bom, cada solavanco é sentido em sua máxima potência. Uma leitura que irá ecoar por um bom tempo. Lucas Barroso é esse tipo de escritor, que irá te acompanhar por muitos dias depois da última página de seu inquietante livro.

Serviço: Um silêncio Avassalador - Lucas Barroso

Onde: http://editoramoinhos.com.br/loja/um-silencio-avassalador/



Compartilhe
comentários