Blog sobre o setor rural de Alagoas

13º Vaquejada e Trabalho arrecada R$ 1,1 mi e cresce 27,46%


AL Rural

21/05/2018 17h07

 O mundo do cavalo quarto de milha de vaquejada e três tambores, no Nordeste, concentrou suas atenções, no último sábado, 19, para o 13º Leilão Vaquejada e Trabalho, promovido pelos Haras CPMF e Porto Rico. O remate faturou R$ 1.104.240,00 e obteve crescimento de 27,46% com as vendas de 45 lotes da raça.

A seleção Vaquejada e Trabalho, referência em genética e polo revelador de craques nos esportes equestres, trouxe animais exclusivos da produção dos Haras Porto Rico e CPMF, sendo 30 fêmeas e 15 machos. Em média, cada animal foi negociado pelo montante de R$ 24.005,22.

 “Além do bom momento da criação nacional e pecuária, acreditamos que a genética de resultado puxou o excelente resultado do leilão. Não tem segredo, são dois haras comprovados em pista que vendem produtos de suas principais éguas com os garanhões mais pontuados'', pontuou a criadora Marla Tenório.

O remate também foi palco da estreia nacional do garanhão Apollo Streak Cash, filho do produtor campeão de vaquejada Apolo VM. O total de 10 coberturas do reprodutor foi comercializado por R$ 30.000,00.

A égua Fulana Barsapollo, uma filha do craque Bar’s Apollo VLO, valorizada em R$ 63.000,00 foi a recordista do leilão. O segundo animal de maior cotação também foi uma fêmea, a Navajo TWO CPMF, negociada pela bagatela de R$42.200,00.     

O expressivo crescimento nas vendas foi comemorado pelo criador Celso Pontes de Miranda, do Haras CPMF. ''Um resultado excepcional que mostra a versatilidade do quarto de milha e sua importância para o mercado. Isso nos desafia a continuar trabalhando com seriedade e respeito, principalmente acreditando na nossa genética especialista em vaquejada. Conseguimos imprimir um remate de muita consistência, fiel ao seu perfil de produção, totalmente acessível e, principalmente, de resultados. Vários craques saíram desse leilão'', comemora CPMF.

Sucesso

Sucesso de público, prestigiado por todas as classes produtivas do QM, o remate ofereceu um almoço com o propósito de celebrar a raça QM. Além do grande público, a audiência também foi expressiva na transmissão ao vivo pela internet com mais mil visualizações.

De olho na formação da tropa para leilão Vaquejada e Trabalho de 2019, os criadores já renovaram a parceria entre os dois criatórios. “A nossa filosofia é seguida com afinco pelos dois criadores onde o  bem estar e a evolução da raça vem em primeiro lugar’’, confirma o criador Celso Pontes de Miranda.

A criadora Marla Tenório, aproveitou a abertura do leilão para agradecer e enfatizar que a tropa 2018 já está separada. ’’Uma semana antes de chegar o leilão já escalamos os potros e potras com a média de idade de 1 a 2 anos. Nossos sinceros agradecimentos aos vaqueiros, profissionais do cavalo, chefes de equipe de vaquejada e criadores que vêm apostando no nosso time’’, agradeceu Marla enfatizando que a parceira com CPMF  vai durar muitos anos.

  



Compartilhe
comentários