a Jornal de Alagoas

Blog sobre o setor rural de Alagoas

Diretoria da Fetag-AL participa de reunião do Polo Sindical do Alto Sertão


AL Rural

12/04/2019 15h00

A Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas (Fetag-AL) esteve presente esta semana da reunião do Polo Sindical do Alto Sertão. Na oportunidade foi apresentado planos de trabalho do SisContag e o eSocial.

Estiveram presentes no encontro o Secretário de Políticas Agrícolas da Fetag-AL, Robério Oliveira, o assessor e o contador da federação, Paulo Victor e Silvânio Bezerra, respectivamente.

O SisContag é uma ferramenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares. Ele se baseia em um sistema informatizado de gestão administrativa e financeira via internet que permitirá que o sindicato tenha informações mais precisas do perfil da nossa categoria.

Já o eSocial é um sistema adotado pelo Governo Federal para comunicar de forma direta os vínculos empregatícios e contribuições previdenciárias. 



Compartilhe
comentários

Prestação de contas 2018 da Fetag-AL é aprovada pelo Conselho Deliberativo


AL Rural
Fonte: Assessoria

27/03/2019 10h47

Por unanimidade de votos foi aprovada pelos representantes do Conselho Deliberativo da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas (Fetag-AL) a prestação de contas referente ao exercício fiscal 2018.

A assembleia, comandada pelo presidente da Fetag-AL, Givaldo Teles, e realizada na sede da entidade de classe, localizada no bairro de Mangabeiras, contou com a participação de dirigentes dos 60 sindicatos rurais aptos a participarem da votação.

“Recebemos o aval dos trabalhadores e agricultores familiares da nossa prestação de contas de 2018. Aproveitamos a oportunidade para também tratarmos de outros assuntos, a exemplo da sustentabilidade financeira com uma campanha de sindicalização que está sendo implantada a partir de abril em todo o Estado”, afirmou Teles.

Na oportunidade, também foi debatida a organização das Marchas das Margaridas, que ocorre em 13 e 14 de agosto, onde a Fetag-AL pretende levar para Brasília dez ônibus com mulheres que fazem parte do movimento sindical rural em Alagoas.

“Também foi levada a pauta do conselho a MP 871, que é um programa especial de revisão de concessão de benefícios previdenciários que nos preocupa muito. Outro assunto levado ao debate foi a PEC 06, que trata da reforma da Previdência Social, mostrando os impactos negativos que ela traz para a classe trabalhadora, principalmente contra os homens e as mulheres do campo”, destacou Teles.

De acordo com o dirigente sindical, o Conselho Deliberativo se reúne três vezes ao ano, sendo a primeira para apreciar as contas do exercício anterior, ao fim do primeiro semestre para avaliar as ações previstas na programação e no final do exercício anual para a aprovação da previsão orçamentária para o ano seguinte.



Compartilhe
comentários

Conselheiros da Fetag-AL analisam prestação de contas 2018 nesta terça-feira


AL Rural
Fonte: Assessoria

26/03/2019 08h40

Representantes do Conselho Deliberativo da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas (Fetag-AL) realizam nesta terça-feira, 26, uma assembleia para análise e aprovação do exercício financeiro 2018, além das atividades executadas durante o ano.

Na oportunidade, segundo informou o secretário de Políticas Agrícolas da federação alagoana, Robério Oliveira, também será colocada para aprovação a previsão orçamentária de 2019, assim como, a programação de atividades previstas para o ano.

“Foram convocados todos os dirigentes dos STTRS filiados a Fetag-AL para participarem da assembleia. Na ocasião, também falaremos sobre as novas regras previdenciárias e as principais atividades pra este ano", declarou Oliveira.

A assembleia dos dirigentes da entidade de classe, que representa os agricultores familiares de Alagoas, será realizada na sede da Fetag-AL, localizada no bairro de Mangabeiras, a partir das 9h.



Compartilhe
comentários

Formatura concluirá 3º Módulo do Enfoc Estadual entre agricultores da Fetag-AL


AL Rural

14/02/2019 10h02

A Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares de Alagoas (Fetag-AL) realiza nesta  quinta-feira, 14,  a formatura da turma de agricultores do da região Agreste participantes do 3º Módulo de Formação da Escola Nacional de Formação da Contag (ENFOC), do Povoado Cagandu, em Arapiraca. A cerimonônia está marcada para as 9h, no Espaço Canguru Park. 

 



Compartilhe
comentários

Fetag-AL representa agricultura alagoana em Seminário Internacional


AL Rural
Fonte: Assessoria

13/02/2019 10h17

Dirigentes da  Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas – Fetag-AL  participam, nesta terça (12) e quarta-feira (13), na Contag, em Brasília/DF, de um Seminário Internacional para discutir  “O papel da Agricultura Familiar no cumprimento das metas dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)”.

O encontro Internacional debate o cumprimento dos 17 objetivos e 169 indicadores  estipulados pela Agenda 2030 que foram  aprovados pelas Organização das Nações Unidas (ONU). Entre os temas dos ODS, estão: a erradicação da pobreza , segurança alimentar, agricultura,saúde, educação , mudança do clima, cidades sustentáveis e industrialização.

O tema da sustentabilidade na comunidade rural, segundo  o secretário de Políticas Agrícolas da Fetag-AL, Robério Oliveira, tem ênfase, sobretudo, nos padrões sustentáveis de produção e consumo. “Vamos procurar compartilhar com a agricultura familiar e trabalhar da melhor maneira possível para garantir um futuro produtivo e com recursos preservados”,  disse o secretário.

O dirigente adianta que o método da ODS será reforçado  por meio da produção orgânica sem o uso de agrotóxico: “a  sustentabilidade será implantada estrategicamente  principalmente no sistema de produção livre de adicionais químicos, incentivando nossos agricultores a trabalharem com cultura baseadas em processo biológicos naturais. Além disso, a Fetag-AL irá provocar ações para o cumprimento dos demais temas”,  garantiu Robério.

O Seminário Internacional conta com a participação de  todas as Federações Brasileiras de Trabalhadores na Agricultura (Fetag’s) e de participantes de 7  países da  América do Sul e Latina, além do Caribe.



Compartilhe
comentários

Fetag-AL busca apoio da bancada federal para conta a MP 871


AL Rural
Fonte: Assessoria

12/02/2019 10h06

O presidente da Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas – Fetag/AL, Givaldo Teles, enviou ofício as representantes da bancada federal de Alagoas – senadores e deputados federais – convidando-os para um debate com dirigentes da categoria sobre as mudanças propostas pela Medida Provisória (MP) 871/19.

A medida, que foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) do último dia 18 de janeiro, determina mudanças nas regras de revisão e concessão de benefícios previdenciários eretira a emissão da declaração de comprovação da atividade rural dos sindicatos de trabalhadores rurais.

A reunião com os representantes dos 73 Sindicatos de Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares está agendada para a próxima segunda-feira, dia 18, na unidade sindical de Palmeira dos Índios, a partir das 9h.

"A MP é um retrocesso lançado pelo governo federal. Mais uma vez, o prejuízo recai sobre o trabalhador, promovendo uma grande perca em organização e representatividade",  declarou Givaldo Teles.



Compartilhe
comentários

Fetag-AL fará reuniões itinerantes no Agreste e Sertão


AL Rural
Fonte: Assessoria

08/02/2019 10h52

A Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas (Fetag/AL)  vai reunir nesta sexta-feira,8, seus agricultores das regiões  Sertão e Agreste, em Delmiro Gouveia e  Tanque D'Arca, respectivamente. As reuniões acontecem a partir das 9h, nas sedes dos Sindicatos de Trabalhadores Rurais. 
 
Os dirigentes da Federação vão se dividir em grupos com objetivo de receber as demandas dos agricultores e visitar os polos de produção da agricultura familiar. O encontro com a comunidade rural, segundo o presidente da Fetag-AL,  Givaldo Teles, também vai reforçar o calendário 2019. Em Tanque D'Arca o encontro irá incluir a comunidade indígena Xucurus da região. 
 
"Toda diretoria da Fetag vai estar à disposição e com espaço aberto para esclarecimento sobre concessão de crédito, políticas públicas, previdência e formação sindical", informou Teles.
 
A direção da Fetag/AL também fará uma apanhado  sobre a situação da Medida Provisória 871/19 que revisa a concessão de benefícios previdenciárias e retira a emissão da declaração de comprovação da atividade rural dos sindicatos de trabalhadores rurais. "O trabalhador precisa estar ciente desse retrocesso lançado pelo governo federal. Mais uma vez o prejuízo recai sobre o trabalhador, promovendo uma grande perca em organização e representatividade. Vamos fazer esse alerta e planejar uma grande mobilização",  disse Givaldo.


Compartilhe
comentários

Consultoria contábil facilita organização de pequenos produtores de leite da CPLA


AL Rural
Fonte: Assessoria

07/02/2019 11h07

Implantada em setembro passado,  as  consultorias  contábeis prestadas pela Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA) auxilia os pequenos produtores de leite  na organização e gestão financeira das 72 associações que são ligadas à cooperativa.

Após a comunicação e a rotina de visitas estabelecidas, as Associações passaram a se organizar melhor quanto às suas gestões contábeis.  Em seis meses de atividades, foi  observado, segundo a  contadora Flávia Porfirio , mais interesse sobre a importância da emissão de declarações pendentes, processo de abertura de associações e estatutos, além de aberturas de contas bancárias.

“A maior dificuldade é fazer os produtores entenderem que eles têm obrigações a cumprir. Por serem associações isentas de impostos, acham que não possuem obrigações. Mas é um erro. Mesmo isentos temos obrigações”, disse Flávia Oliveira, contadora contratada para CPLA.

 

Com a contabilidade em dia, os pequenos produtores conseguiram abrir contas bancárias, regularidade na obtenção de créditos e financiamentos.  "Nossa orientação também procurou auxiliá-los na   quitação de multas devido a falta de entrega das declarações onde, nesse caso, os presidentes das associações estariama correndo risco de terem  CNPJ invalidado e serem acionados como pessoas físicas e  inseridos no Serasa”,  explicou a contadora.

Para 2019, o planejamento é ampliar a rotina de consultorias visando a regularização de pendências e  exigências do Programa do Leite. De acordo com Aldemar Monteiro, presidente da CPLA, o compromisso da Cooperativa se estende para além da atividade técnica. “A CPLA busca encontrar o equilíbrio e a evolução por completo do produtor.  Somente através da boa gestão da propriedade e da produção é que poderemos expandir nosso negócio”,   resumiu Monteiro.

 



Compartilhe
comentários

Safra 17/18 entra na reta final


AL Rural
Fonte: Assessoria

24/01/2019 09h00

A safra 18/19 entra na reta final. As primeiras unidades industriais das 15 que participam deste ciclo da cana em Alagoas – Santa Maria e Taquara – já finalizaram a moagem neste mês de janeiro.

A Santa Maria, que esteve um funcionamento no período de 25 de setembro a 11 de janeiro, moeu pouco mais de 304 mil toneladas de cana. Em comparação ao ciclo anterior, quando a produção final foi superior a 395 mil toneladas, houve uma variação negativa de 23%.

Já no caso da Taquara, que permaneceu em operação no período de 13 de setembro a 15 de janeiro, foram processadas mais de 217 mil toneladas. Ante a safra passada, quando o acumulado foi de quase 191 mil toneladas, foi registrado um crescimento de 14%.

Ainda de acordo com dados repassados pelo Sindaçúcar-AL, ainda neste mês de janeiro a safra deverá ser finalizada também pela usina Leão, na próxima sexta-feira, dia 25, com uma previsão de crescimento de 54%.

Em fevereiro, mais seis usinas anunciaram que estarão finalizando a safra e outras quatro em março, além de duas em abril.

Diante da expectativa de safra apresentada pelas unidades industriais, a moagem deve ser encerrada dentro da previsão inicial apontada pelas entidades do setor sucroenergético, totalizando mais de 16 milhões de toneladas de cana moídas.

No ciclo 17/18, considerada a menor safra da história do setor sucroenergético do alagoano, foram processadas apenas 13,7 milhões de toneladas de cana. Com isso, o setor estima uma variação positiva de crescimento na casa dos 16,5%, sendo acrescida uma produção estimada de açúcar de 1,2 milhão de toneladas e mais de 467 milhões de litros de etanol.

Fornecedores

Segundo informou o presidente da Associação dos Plantadores de Cana do Estado de Alagoas - Asplana, Edgar Filho, até o dia 31 de dezembro, as usinas alagoanas já haviam esmagado mais de 10 milhões de toneladas de cana e, deste total, cinco milhões haviam sido de produtores rurais.

“Estes dados mostram a importância dos fornecedores de cana que são responsáveis por praticamente 50% da safra do Estado. Diante do cenário que se apresenta, esperamos que a moagem possa atender a expectativa do setor e possa alcançar algo em torno de 15 milhões de toneladas de cana”, declarou Edgar Filho, que apresentou uma expectativa final de safra um pouco mais modesta da divulgada pelas usinas.



Compartilhe
comentários

Fetag/AL discutirá Marcha das Margaridas durante encontro


AL Rural
Fonte: Assessoria

23/01/2019 10h02

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura  de Alagoas (Fetag/AL)  vai reunir, de terça (22)  a  quinta-feira (24), em Maceió,  agricultoras pertencentes ao  Coletivo Ampliado de Mulheres  para discutir estratégias  de  participação na Marcha das Margaridas  2019. O encontro será realizado na Sede Social da Fetag/AL, sempre a partir das 10h.

A iniciativa integra a série de atividades preparatórias para o ato nacional, em  Brasília, nos dias 13 e 14 de agosto.  Esse ano, o tema da Marcha será "Mulheres em luta por uma vida sem violência".  Cerca de vinte ônibus vão assegurar o transporte de homens e mulheres da base sindical da Fetag/AL.

O encontro do Coletivo Ampliado de Mulheres será coordenado pela Secretaria de Mulheres da entidade de classe. Os interessados devem entrar em contato com a secretária Raquel Nascimento por meio do telefone  9 8179 7571.



Compartilhe
comentários

Zezinho Nogueira assume conselho do Sebrae-AL pautado na defesa do Sistema S


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

22/01/2019 10h29

Na defesa da permanência do Sistema S, o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), José da Silva Nogueira Filho, tomou posse, na segunda-feira passada, 14, no cargo de presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-AL. A solenidade, que reuniu autoridades governamentais e do segmento produtivo rural e industrial, foi realizado na sede do Sebrae.

“Teremos muito trabalho pela frente. Afinal, querem mexer com o sistema S, ou seja, mexer em algo que está dando certo por décadas. Vamos enfrentar as dificuldades que estão pela frente e seguir com o nosso trabalho”, declarou Zezinho Nogueira, como é conhecido.

Na oportunidade, o novo presidente do conselho do Sebrae, também destacou o crescimento da agricultura e pecuária de Alagoas. “O setor agropecuário vem se destacando nos últimos anos. Nosso Estado tem um grande potencial. Estamos passando por um momento de transição, onde antigas áreas de canaviais estão sendo ocupadas por outras lavouras. O Sebrae tem grande projetos no segmento agropecuário, sendo um grande incentivador do desenvolvimento do Estado”, reforçou.

José da Silva Nogueira comandará o colegiado no quadriênio 19/22, tendo como vice o presidente do Sistema Fecomércio, Wilton Malta. Já a diretoria executiva do Sebrae-AL não teve alterações permanecendo com Marcos Vieira, como diretor superintendente; Roberval Cabral, diretor de Administração e Finanças; e Ronaldo Moraes, diretor técnico.

O Conselho Deliberativo Estadual é o órgão máximo do Sebrae em Alagoas, responsável por traçar as políticas e estratégias gerais de atuação, instituindo normas e orientando o trabalho de todo o conjunto. É composto por 15 conselheiros titulares e seus respectivos suplentes, escolhidos pelas entidades que representam.

“Nós que representamos as federações, que fazem parte do conselho, damos nosso total apoio a Zezinho Nogueira para que ele possa dar continuidade a projetos tão importantes para as diversas cadeias produtivas do Estado. O agronegócio representa uma carteira importante no Sebrae que atua em Alagoas em diversos projetos na pecuária, laticínios, eucalipto, entre outros”, ressaltou Domício Silva, presidente da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) e integrante da Faeal/Senar-AL.

“A posse de Zezinho Nogueira é uma renovação com cara de continuísmo. Afinal, Kennedy Calheiros fez um trabalho excelente a frente do conselho. Zezinho é um grande entusiasta do sistema e do modelo de cooperativismo, sendo também um grande produtor e uma pessoa que está sempre envolvida com os bons projetos de Alagoas. Com certeza, ele fará um trabalho excepcional”, declarou Klécio Santos, presidente da Cooperativa Pindorama.

“Estamos aqui pela parceria que existe entre o Sebrae com as entidades do setor produtivo. Parabenizo o ex-presidente do conselho, Kennedy Calheiros, pela gestão voltada para a pujança do Sebrae. Desejo que José Nogueira persiga este mesmo objetivo, fazendo com que a entidade alcance ainda mais seus objetivos. Afinal, os presidentes passam e os homens ficam pelo que fazem”, afirmou Álvaro Almeida, presidente da Faeal/Senar-AL.



Compartilhe
comentários

Pindorama e ACA prestigiam posse de Zezinho Nogueira no conselho do Sebrae-AL


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

17/01/2019 09h26

Dirigentes do setor agropecuário alagoano participaram da solenidade de posse de José da Silva Nogueira Filho no cargo de presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-AL. O evento, que reuniu autoridades governamentais e do segmento produtivo rural e industrial, foi realizado na sede do Sebrae, no bairro do Centro, em Maceió.

“A posse de Zezinho Nogueira é uma renovação com cara de continuísmo. Afinal, Kennedy Calheiros fez um trabalho excelente a frente do conselho. Zezinho é um grande entusiasta do sistema e do modelo de cooperativismo, sendo também um grande produtor e uma pessoa que está sempre envolvida com os bons projetos de Alagoas. Com certeza, ele fará um trabalho excepcional”, declarou Klécio Santos, presidente da Cooperativa Pindorama.

“Nós que representamos as federações, que fazem parte do conselho, damos nosso total apoio a Zezinho Nogueira para que ele possa dar continuidade a projetos tão importantes para as diversas cadeias produtivas do Estado. O agronegócio representa uma carteira importante no Sebrae que atua em Alagoas em diversos projetos na pecuária, laticínios, eucalipto, entre outros”, ressaltou Domício Silva, presidente da Associação dos Criadores de Alagoas (ACA).

José da Silva Nogueira comandará o colegiado no quadriênio 19/22, tendo como vice o presidente do Sistema Fecomércio, Wilton Malta. Já a diretoria executiva do Sebrae-AL não teve alterações permanecendo com Marcos Vieira, como diretor superintendente; Roberval Cabral, diretor de Administração e Finanças; e Ronaldo Moraes, diretor técnico.



Compartilhe
comentários

Presidente da Faeal prestigia solenidade de posse de Zezinho Nogueira no conselho do Sebrae


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

16/01/2019 09h58

O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária no Estado de Alagoas (Faeal), Álvaro Almeida, participou nesta segunda-feira, 14, da solenidade de posse de José da Silva Nogueira Filho, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), como presidente do Conselho Deliberativo Estadual (CDE) do Sebrae em Alagoas.

“Estamos aqui pela parceria que existe entre o Sebrae com as entidades do setor produtivo. Parabenizo o ex-presidente do conselho, Kennedy Calheiros, pela gestão voltada para a pujança do Sebrae. Desejo que José Nogueira persiga este mesmo objetivo, fazendo com que a entidade alcance ainda mais seus objetivos. Afinal, os presidentes passam e os homens ficam pelo que fazem”, afirmou Almeida.

Nogueira comandará o colegiado no quadriênio 19/22, tendo como vice o presidente do Sistema Fecomércio, Wilton Malta. Apesar da mudança, a diretoria executiva do Sebrae-AL, não teve alterações sendo composta por Marcos Vieira, como diretor superintendente; Roberval Cabral, diretor de Administração e Finanças; e Ronaldo Moraes, diretor técnico.

O Conselho Deliberativo Estadual é o órgão máximo do Sebrae em Alagoas, responsável por traçar as políticas e estratégias gerais de atuação, instituindo normas e orientando o trabalho de todo o conjunto. É composto por 15 conselheiros titulares e seus respectivos suplentes, escolhidos pelas entidades que representam, a exemplo da Faeal/Senar.



Compartilhe
comentários

Produção de açúcar ultrapassa 805 mil toneladas


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

08/01/2019 08h54

Por meio do boletim semanal nº 18, o Sindaçúcar-AL divulgou os dados acumulados da produção de açúcar da safra 18/19 até o dia 30 de dezembro com uma produção acumulada superior a 805 mil toneladas.

De acordo com o levantamento, em comparação ao mesmo período do ciclo 17/18, quando a produção era de pouco mais de 625 mil toneladas, houve um acrescimento de quase 180 mil toneladas de açúcar.

Do total produzido até o fim de 2018, quase 590 mil toneladas foram do tipo VHP, que é exportado para os mercados mundial e o americano, e 215 mil toneladas do cristal, que é comercializado com o mercado interno.

Segundo a planilha, na última semana de dezembro, as usinas alagoanas produziram pouco mais de 49 mil toneladas de açúcar, sendo 35.743 de VHP e 14.107 do cristal.

O boletim informa que as unidades industriais não produziram açúcar refinado assim como melaço neste ciclo da cana que teve início na segunda quinzena de agosto e que conta com 15 usinas em operação, apresentando uma expectativa de moer mais de 16 milhões de toneladas de cana.



Compartilhe
comentários

Fetag-AL aprova previsão orçamentária para 2019


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

24/12/2018 09h18

Com a presença dos dirigentes dos sindicatos rurais do interior do Estado, a Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas – Fetag-AL, aprovou a previsão orçamentaria para 2019 com a perspectiva de aumentar a receita.

A reunião, que foi coordenado pelo presidente da entidade de classe, Givaldo Teles, foi realizada na sede da federação localizada no bairro de Mangabeiras, nesta quinta-feira, 20, encerrando as atividades de 2018 da federação alagoana.

“Além da aprovação da previsão orçamentária, fizemos um balanço das nossas ações executadas este ano, trabalhando também as perspectivas para 2019. Nós da pasta de Políticas Agrícolas tratamos ainda da mudança no tempo de validade da DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf), assim como do processo de transição para o CAF (Cadastro da Agricultura Familiar)”, afirmou Robério Oliveira, secretário de Políticas Agrícolas da Fetag-AL.

Segundo ele, a alteração demanda uma orientação mais detalhada junto ao agricultor familiar “que está sendo feita por meio da secretaria de Políticas Agrícolas. Essa discursão é importante e o agricultor familiar precisa, cada vez, estar mais próximo do sindicato que, por sua vez, também precisa estar alinhado com os agricultores”, declarou Oliveira.

De acordo com o dirigente sindical, em Alagoas, após a divisão das categorias de agricultores familiares (representados pela Fetag-AL) e de assalariados, que tem representação junto a Fetar-AL, a entidade conta agora com 73 sindicatos de classe aptos e fazer a emissão da DAP. “Mas, até o fim do próximo ano, estaremos em todos os municípios que ainda não têm os nossos sindicatos por meio do trabalho de sindicatos com extensão de base”, esclareceu.

 


Compartilhe
comentários

Governador Renan Filho recebe comenda da CPLA


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

22/12/2018 19h29

O presidente da Cooperativa de Produção Leiteira de Alagoas (CPLA), Aldemar Monteiro, entregou ao governador Renan Filho, na manhã desta sexta-feira, 21, no salão de despachos do Palácio República dos Palmares, a comenda de Inclusão Social Silvânio Barbosa.

A homenagem foi prestada pela CPLA, que hoje representa mais de três mil agricultores familiares que tiram o sustento de suas famílias da produção de leite, as personalidades que contribuem para o fortalecimento da agricultura familiar e do Programa do Leite em Alagoas.

“A gente veio fazer um agradecimento público pela sua contribuição para que o Programa do Leite esteja vivo. Chegamos num momento de desespero e, no momento crucial, o senhor foi muito digno com essa cooperativa e com as demais. Se não tivesse esse Programa do Leite, seria muito difícil para o sertanejo sobreviver, principalmente o agricultor familiar”, afirmou Aldemar Monteiro.

Honrado com a homenagem, o governador Renan Filho garantiu que vai trabalhar firme para dar continuidade ao Programa do Leite em 2019. “A parcela do Estado está garantida, mas é importante que todo o mundo trabalhe integradamente para que a gente mantenha o Programa do Leite. O papel do Governo Federal é muito importante para que não tenhamos descontinuidade de programas fundamentais como, por exemplo, o Garantia Safra, o Bolsa Estiagem, o Pronaf e o crédito do Banco do Nordeste, bem como os fundos constitucionais para investimentos”, declarou o chefe do executivo estadual.

Além do governador Renan Filho, a comenda foi entregue aos deputados federais Givaldo Carimbão e Marx Beltrão, a servidora pública Eunice Oliveira e o jornalista e editor do suplemento Gazeta Rural, Edivaldo Júnior.

O vereador Silvânio Barbosa, morto este ano, foi homenageado com o nome da comenda pela atuação em diferentes programas sociais, especialmente pela articulação e defesa do programa do leite entre as lideranças comunitárias e o setor público. 

Na oportunidade, Renan Filho também recebeu das mãos de um grupo de mulheres que fazem parte das associações de agricultores familiares filiadas a cooperativa uma cesta com os produtos com a marca CPLA (leite, manteiga e queijo) além de doces e biscoitos produzidos nas comunidades.

 


Compartilhe
comentários

Fetag-AL realiza balanço de ações executadas em 2018


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

21/12/2018 10h27

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura de Alagoas (Fetag-AL) promoveu, nesta quinta-feira, 20, a reunião de avaliação das atividades realizadas pelo movimento sindical no ano de 2018. O encontro, que contou com a presença de lideranças dos sindicatos rurais da agricultura familiar do Estado, foi realizado na sede da entidade de classe, localizado no bairro de Mangabeiras, em Maceió.

“Encerramos as nossas atividades, deste ano, com a reunião do conselho, onde reunimos mais de 70% de representantes da nossa base para fazer um balanço de 2018. Agora, temos novos desafios para 2019 com uma pauta que discute a organização sindical na base. Esse luta é nossa com a Fetag-AL se desafiando por meio das suas secretarias e direção”, afirmou o presidente da federação alagoana, Givaldo Teles, que assumiu a presidência da Fetag-AL em fevereiro deste ano.

De acordo com ele, a partir de janeiro de 2019, mudanças deverão ser implementadas em um cenário nacional de incertezas. “Por isso, nossa meta é lutar sempre. Será um ano onde também temos a mudança da DAP que passa a ser CAF, além da assinatura de mais sete projetos do PNHR, onde serão construídas mais de 160 casas para famílias do campo, que terão a oportunidade de ter uma vida digna”, afirmou.

Segundo o dirigente sindical, a partir de 2019, a entidade também estará criando o Fórum Estadual do Campo, onde serão discutidas as políticas públicas voltadas para o homem e a mulher rurais voltadas para os assalariados rurais e para os agricultores familiares.

“Estamos protocolando uma audiência com o governo que precisa esclarecer quais são as propostas direcionadas para a melhoria da qualidade de vida do homem e a mulher do campo. Estamos, hoje, ausentes de assistência técnica no Estado. A Emater pode atuar, mas não quadro que beneficia os nossos agricultores que tanto almejam essa assistência pública e de qualidade”, declarou.



Compartilhe
comentários

Edgar Filho afirma que nota da ANP sobre venda direta de etanol é passo importante para o setor


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

20/12/2018 09h41

Por meio de Nota Técnica, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou, esta semana, que "não há óbices regulatórios para a venda direta de etanol das usinas, restando a questão tributária do PIS/Cofins e do ICMS", informou.

A informação, aguardada com expectativa por usinas e fornecedores de cana, foi o resultado da Tomada Pública de Contribuições (TPC) realizada entre os dias 06/08 e 06/09/2018.

De acordo com o presidente da Associação dos Plantadores de Cana do Estado de Alagoas – Asplana, Edgar Filho, o parecer favorável a venda direta é mais um grande passo dado para que o processo possa ser colocado em prática.

“Este resultado é uma vitória para que todo este processo possa ser consolidado definitivamente. É uma luta grande que o setor vem travando para ter esse direto sobre a venda do etanol para os postos, que é uma medida importante para o produtor da matéria-prima como também para o consumidor final que sentirá o reflexo positivo nos preços do produto que estará disponível nos postos de combustíveis”, declarou.

Entre outros pontos, a nota da ANP destaca ainda que, em casos específicos, a venda direta de etanol poderia contribuir para ampliar a concorrência e eficiência econômica do mercado, fato que corrobora a argumentação de quem é favorável à medida.

Atualmente, a regra de comercialização de etanol pelo produtor encontra-se determinada pelo art. 17º da Resolução ANP nº 734/2018, que regulamenta a atividade. Usinas e fornecedores de cana vêm reivindicando o direito de comercializar o biocombustível diretamente nos postos. Contudo, os tributos estão concentrados nas distribuidoras, o que terá que ser revisto pelo Ministério da Fazenda, esclareceu a ANP.

Por fim, o grupo de trabalho conclui a nota esclarecendo que a ANP só autorize a venda direta de etanol após ser solucionada a questão tributária atrelada ao tema e também diz que esse assunto já está em análise pelo grupo.



Compartilhe
comentários

Fetag/AL realiza reunião do Conselho na quinta (20)


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

18/12/2018 10h24

A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura de Alagoas (Fetag/AL) realiza na próxima quinta-feira,20, a partir das 9h, a reunião de seu Conselho Deliberativo, reunindo diretores e associados  na sede em Maceió,  no bairro de Mangabeiras. Na oportunidade, a entidade também realiza a festa de confraternização e encerramento das atividades de 2018. 



Compartilhe
comentários

Fetag/AL defende interesses da agricultura familiar durante Conselho da Sudene


AL Rural
Fonte: Bccom Comunicação

16/12/2018 11h34

O presidente da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura (Fetag/AL),  Givaldo Teles,   defendeu a aplicação de recursos para financiamentos em infraestrutura  para 2019, durante reunião 24ª  Reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), na última quarta-feira,12.

Uma das pautas levantadas por Teles foi o plano orçamentário federal para a infraestrutura no Nordeste. “Há uma preocupação com a  drástica redução de recursos a serem disponibilizados para financiamentos em infraestrutura, que passou de R$ 14,5 bilhões em 2018  para R$ 8 bilhões previstos para 2019”, informou Teles ao Conselho do órgão.

Outra projeção pontuada por Givaldo Teles foi redução dos recursos destinados ao FIES, que deve decrescer de R$ 700 milhões para R$ 300 milhões em 2019. “Enquanto conselheiros de uma órgão tão atuante  na região, precisamos colocar no embate esses fatores que poderão  impactar e retroceder nossa realidade. Mais do que niguém conhecemos nossas limitações e  problemas sociais para perdemos tanto em questões como essa”, defendeu.

A pauta da agricultura familiar  no Conselho da Sudene  também abordou a  renovação dos incentivos fiscais da Sudene, cujo prazo de encerramento está previsto para o fim de 2018. “Esse encerramento acarretaria problemas graves aos investimentos no Nordeste. O impacto financeiro é mínimo para o orçamento  da União, tendo em vista o volume total de R$ 2,5 bilhões diluídos em 10 anos”, revelou Givaldo.

Givaldo Teles  participou da 24º Reunião do  Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) na condição de do Conselheiro Titular eleito pela Confederação dos Trabalhadores na Agricultura. 



Compartilhe
comentários