Blog sobre o setor rural de Alagoas

Chuvas animam fornecedores de cana


AL Rural

23/04/2018 21h07

A promessa de uma temporada de chuvas regulares para os próximos meses renova a esperança dos fornecedores de cana para ciclo 18/19. A falta de recursos e o reflexo de anos de seca levou o setor sucroenergético alagoano a registrar a menor safra da histórica com apenas 13,7 milhões de toneladas de cana processadas.

“Na cana, hoje em dia, os assuntos não estão sendo muito bons. Mas, estamos esperançosos na retomada do crescimento na próxima safra com a previsão de um inverno chuvoso. Hoje, temos um cenário de dificuldade, mas também de retomada para que possamos voltar a ter um ciclo com pelo menos 16 milhões de toneladas de cana processadas. Ter uma safra de 13 milhões de toneladas é muito pouco para o potencial que Alagoas possui”, afirmou o presidente da Associação dos Plantadores de Cana do Estado de Alagoas – Asplana, Edgar Filho.

Atualmente, segundo o líder dos fornecedores, o cenário do Estado não é um dos melhores. “Há cerca de uma década chegamos a produzir 25 milhões de toneladas de cana. No ano passado, tivemos uma redução drástica moendo 16 milhões de toneladas de cana. Agora, tivemos a pior safra da história, fruto de várias secas sucessivas nos últimos cinco anos, aliada a política errada do governo federal que segurou o preço da gasolina, fazendo com que o preço do açúcar despencasse o que impactou na produção e capacidade de plantio”, finalizou Edgar Filho.



Compartilhe
comentários