Esporte

Nos pênaltis, CSA vence e garante vaga na final da Série C


Fonte: Globo Esporte

08/10/2017 10h21

O JOGO

O CSA chegou à quinta decisão de Campeonato Brasileiro. Não foi nada tranquilo. Sofrimento máximo até o fim. O time alagoano perdeu para o São Bento no tempo normal por 1 a 0, com um gol de Everaldo aos 47 minutos do segundo tempo, de pênalti. Assim, a decisão da vaga nas finais da Série C foi justamente para as penalidades. Tensão no Rei Pelé, em Maceió. Daniel Costa, Edinho e Boquita marcaram para o time alagoano. Dawhan perdeu. Do outro lado, Branquinho chutou para fora e Everaldo não passou pelo goleiro Mota. Restava um. Último batedor, Maxuell Samurai definiu a vitória do CSA por 4 a 2 e fez a multidão explodir no estádio.

PENALIDADES

Nos pênaltis, Daniel Costa, Edinho, Boquita e Maxuell marcaram para o CSA. Dawhan parou em Rodrigo Viana. Fizeram para o São Bento Maicon Souza e Renan Oliveira. Branquinho isolou, e Everaldo teve o pênalti defendido por Mota. Samurai, que entrou só para bater a penalidade, cobrou na junção da rede, com muita precisão, e definiu a parada no Rei Pelé.

PRIMEIRO TEMPO: BOLA PARADA

Primeiro tempo sem muitas jogadas incisivas. As melhores chances começaram na bola parada. O CSA chegou em dois escanteios bem batidos por Marcos Antônio, pela esquerda. A defesa do São Bento deu espaço, mas as finalizações não foram boas. Depois, Daniel Costa assustou numa cobrança de falta. O goleiro do time paulista viu a bola passar muito perto. A baixa no CSA foi o zagueiro Jorge Fellipe, que sentiu o joelho direito e foi substituído por Cristiano. O São Bento quis controlar o jogo, quebrar o ritmo do adversário. Jogava sem pressa, muito pela direita, com Éder e Everaldo. A melhor oportunidade surgiu numa cabeçada de Rogério, para fora.

GOL DO SÃO BENTO NO FINALZINHO

O São Bento saiu mais para o jogo, apertou, mas não criou muito. Na resposta, o CSA foi mais perigoso. Aos seis minutos, Daniel Costa acertou um chute improvável, de longe, e carimbou o travessão do time paulista. O atacante Anderson Cavalo recebeu o segundo amarelo aos 20 minutos, foi expulso e atrapalhou os planos do São Bento.
Precisando do gol, o time paulista tentou ser mais agressivo no fim e conseguiu o gol. Aos 46 minutos, Everaldo achou Branquinho na área e Raul Diogo puxou o adversário. Pênalti marcado. Everaldo cobrou e confirmou a vitória por 1 a 0 do time paulista.

EXPULSÕES

O São Bento teve também a missão dificultada no segundo tempo. Anderson Cavalo foi expulso pelo árbitro baiano Dewson Freitas e reclamou muito do juiz. No finalizinho, Raul Diogo, do CSA, também recebeu o vermelho depois de puxar Branquinho na área.

A PRÓXIMA

As finais da Terceirona terão dois protagonistas do Nordeste. O adversário do CSA será o Fortaleza, que eliminou o Sampaio Corrêa mais cedo, no Maranhão, com um empate por 2 a 2. Por ter feito melhor campanha, o time alagoano faz a finalíssima em Maceió. As datas ainda vão ser definidas pela CBF.
 



Compartilhe