Esporte

Ídolos do CSA comemoram 105 anos de história e boa fase do clube


Fonte: Minuto Esporte

07/09/2018 16h41

O torcedor azulino não quer lembrar de um passado recente, quando os aniversários eram comemorados sem um time para torcer. O momento é de aproveitar a boa fase de uma equipe que é Campeã Brasileira, Campeã Alagoana e luta entre os primeiros colocados da Série B, buscando o acesso para a elite do futebol nacional. Pensando nisso, dois ídolos do clube, os ex-jogadores Otávio e Mimi, comemoram o sucesso da equipe do Mutange.

Atualmente funcionários públicos, os dois ex-jogadores acompanham todos os jogos do CSA de perto, mantém relações próximas com dirigentes, jogadores e principalmente com a torcida.

O gaúcho Otávio Quadros começou a carreira no Internacional de Porto Alegre, passou por grandes clubes como Botafogo, Palmeiras e chegou no CSA no ano de 1996. Além do tetracampeonato alagoano, o “capitão” também foi destaque na campanha do vice-campeonato da Conmebol em 1999.

Diante da capacidade técnica e de liderança, Otávio chegou a jogar e comandar o time azulino. Hoje, fora dos campos, comemora o momento do CSA.

“Todo 7 de setembro é uma data importante, muita alegria e muita festa. Neste ano é especial, devido a fase que está passando, a chance grande que tem de chegar a uma primeira divisão, que é o sonhos de todos. Estão de parabéns a diretoria, os jogadores e a torcida. Esperamos que siga assim até o final do ano”, afirmou.

Enquanto Otávio era o homem da contenção, da marcação, um “baixinho fortinho” era responsável pelos gols. Williams Walter ou simplesmente “Mimi”, marcou época no clube do Mutange e confessa que ainda hoje bate a sua bola e lembra dos tempos de CSA.

“Continuo jogando a minha bolinha sempre que posso, matando a saudade do tempo que fazia muito gols pelo CSA. Ainda hoje, quando assisto os jogos e vejo atacante perdendo gols, fico imaginando se fosse eu (risos)”, disse o ex-jogador que ainda comemorou a boa fase do clube.

“Bom demais ver o CSA fazendo bonito. A torcida sofreu muito nos últimos anos e merece essa boa fase”, concluiu.

Com 105 anos, o CSA tem 38 títulos estaduais, sendo o último deles em 2018, além da principal conquista, o Campeonato Brasileiro da Série C em 2017. A boa fase permanece e o clube alagoano está entre os quatro melhores da Série B e briga pelo acesso para a Série A.

Neste sábado, o time volta à campo contra o Figueirense, no Estádio Orlando Scarpelli, às 16h30. O Azulão é vice-líder com 43 pontos, enquanto a equipe catarinense está em 6º com 38.

PROGRAMAÇÃO DE FESTA

Nesta sexta-feira, no Centro de Treinamento Gustavo Paiva no Mutange, haverá evento em comemoração ao aniversário de 105 anos do clube. Confira.

- Celebração Religiosa

- Torneio Sócio Torcedor

- Inauguração do Centro Médico



Compartilhe