Esporte

Governo de AL anuncia expansão do Programa Na Base do Esporte


Fonte: Agência Alagoas

01/03/2019 13h11

O governador Renan Filho garantiu, na manhã desta quinta-feira (28), que vai expandir o Programa Na Base do Esporte, desenvolvido pela Secretaria de Estado do Esporte, Lazer e Juventude (Selaj). O anúncio foi feito durante a aula inaugural da edição 2019 do projeto, promovida no Parque Edivaldo Alves de Santa Rosa, na Colina dos Eucaliptos, em Maceió. De acordo com o chefe do Executivo, a meta é passar dos atuais três mil beneficiados para dez mil pessoas atendidas na capital até o final de 2022.

“Se temos três mil pessoas hoje, em todas as regiões da cidade, vamos dobrar esse número em curto prazo e, até o final de nosso Governo, elevar para 10 mil beneficiados”, afirmou o governador.

 

O Na Base do Esporte é o primeiro programa social com viés esportivo do Governo de Alagoas. Criado em 2015, ele tem passado por crescente evolução. Inicialmente, 600 pessoas foram beneficiadas. Em 2016, esse número saltou para 900, chegando a 1.400 em 2017.

Para este ano, serão três mil beneficiados em todas as faixas etárias. O Programa é executado em parceria com organizações da sociedade civil, predominantemente entidades esportivas, selecionadas de forma democrática e transparente, por meio de chamada pública.

O Programa foi ampliado de 14 para 20 bases espalhadas por aéreas de alta vulnerabilidade social: Trapiche, Orla do Vergel do Lago, Bebedouro, Osman Loureiro, Colina dos Eucaliptos, Forene, Conjunto Santa Maria, Gama Lins, UFAL, Selma Bandeira, Carminha, Grota do Ouro Preto, Jacintinho, Grota do Pau D’arco, Grota São Rafael, Grota das Piabas, Ipioca, Vale do Reginaldo, João Sampaio e Cleto Marques Luz.

Para a secretária de Estado do Esporte, Lazer e Juventude, Cláudia Petuba, o “Na Base do Esporte” tem missões muito importantes, além da prática da atividade física.

“O Programa ajuda a reduzir os índices de violência, colocando uma rotina de agenda saudável para a nossas crianças e jovens. Outra missão muito importante é garantir mais qualidade de vida, fazer com que as pessoas possam praticar atividade física diariamente, afastando as doenças ligadas ao sedentarismo. Um terceiro fator importante é o da cidadania. Quando a gente faz a sociedade interagir numa agenda positiva, consegue-se estabelecer relações mais saudáveis e harmoniosas”, analisou Petuba.

Na última chamada pública, foram selecionadas 20 entidades, alcançando um aumento de 30% no número de instituições credenciadas. O investimento anual passou de R$ 500 mil para quase um milhão de reais (R$ 960 mil) com cada instituição recebendo R$ 48 mil cada uma. Os valores são utilizados na contratação e pagamento de professores, aquisição de uniformes e de material esportivo.

Em 2019, foi incorporado ao Programa o serviço de Assistência Social para promover e acompanhar o desenvolvimento social e humano dos beneficiados. A aposentada Maria Lindinalva dos Santos, 65 anos, mora no Vergel e é uma das três mil beneficiadas.

“Esse Programa é muito bom para a pessoa idosa sair de casa, se movimentar. Aqui a gente se mexe, conversa e faz amizades. É bom demais, viu?”, atestou ela, que participa desde a primeira edição do “Na Base do Esporte”.

Redução

Renan Filho recordou que Alagoas teve a segunda maior redução (-22,5) do número de mortes violentas no país em 2018, atrás apenas de Pernambuco (-23,2), conforme apontou o Monitor da Violência, estudo produzido por meio de parceria do site G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

De acordo com o governador, a sobreposição de políticas públicas e de programas como o “Na Base do Esporte” potencializam a redução dos índices de violência em Alagoas.

“A violência tem duas faces. Uma delas você precisa combater com polícia, com investigação e com enfrentamento ao crime. A outra face dessa mesma moeda é a política social: o esporte, a cultura, a educação, a escola em tempo integral; é a oportunidade para quem precisa dela. E o Programa Na Base do Esporte nos garante essa possibilidade”, observou Renan Filho.

Durante a aula inaugural foram promovidas apresentações esportivas e recreativas. Tendas também estiveram montadas para a oferta de serviços gratuitos como emissão de carteira de identidade (1ª via) e atendimentos em saúde realizados pelo Centro Universitário Tiradentes (Unit), a exemplo da verificação de pressão arterial e testes de glicemia.



Compartilhe