a Surfe stand-up paddle garante medalhas de ouro e prata | Jornal de Alagoas

Esporte

Surfe stand-up paddle garante medalhas de ouro e prata


Fonte: UOL

02/08/2019 15h02

A primeira a triunfar nesta sexta-feira (2) no mar agitado de Lima foi Lena Guimarães, tricampeã nacional no surfe stand-up paddle (SUP), modalidade que integra o surfe clássico com o uso de remos. Ela deixou para trás a norte-americana a Candice Appleby, campeã quatro vezes da Corrida SUP Race, uma das principais disputas do mundo na modalidade, que ficou com a medalha de prata. A porto-riquenha Mariecamen Rivera, chegou em terceiro lugar e ficou com o bronze.

Foi um desafio e tanto para a brasileira, que passou boa parte da prova 30 segundos atrás da líder Candice Appleby. Além disso, Lena sofreu uma queda e quase foi ultrapassada por Mariecamen Rivera, mas a sorte virou para a brasileira: as duas primeiras colocadas levaram um caldo e caíram da prancha. Foi quando Lena conseguiu se recuperar – ela ainda contou com o embalo de uma onda para assumir a liderança e cruzar a linha de chegada com o tempo de 33min25s7. A norte-americana ficou com a prata (34min03s9) e a portorriquenha Rivera levou o bronze (34min38s0).

Logo depois da conquista do ouro por Lena Guimarães, veio a prata com o sufista Vinnicius Martins, natural de Búzios, na Região dos Lagos, Rio de Janeiro. Favorito na competição, o brasileiro chegou a liderar a prova, mas foi ultrapassado pelo norte-americanao Connor Baxter, que ficou na frente até o fim, completando o percurso em 24min18s7. Vinnicius chegou em segundo, com o tempo de 25min01s3 e o peruano Itzel Delgado, em terceiro, com 26min24s3.

O Brasil soma agora 39 medalhas –13 de ouro, 13 de prata e 23 de bronze – e permanece em terceiro lugar no quadro geral, atrás do México, segundo colocado, que totaliza 54 medalhas (16 de ouro, 11 de prata e 24 de bronze). Os Estados Unidos lideram a competição, como 89 medalhas (37 de ouro, 28 de prata e 24 de bronze.



Compartilhe