a CRB x Santa Cruz: MP e PM querem torcida única para evitar confrontos | Jornal de Alagoas

Esporte

CRB x Santa Cruz: MP e PM querem torcida única para evitar confrontos


Fonte: GE Alagoas

24/01/2020 14h30

A segurança do jogo entre CRB e Santa Cruz, pela Copa do Nordeste, marcada para o dia 29 de janeiro, às 19h30, no Estádio Rei Pelé, tem preocupado autoridades. E esta preocupação também alcançou o Ministério Público Estadual (MPE), que abriu procedimento administrativo para fiscalizar as ações adotadas de forma a garantir a tranquilidade da partida, levando em consideração a rivalidade entre as torcidas dos dois times. 

A ideia é que se tenha presença de torcida única neste jogo, pedido que já foi feito pelo Comando Geral da Polícia Militar (PM). Ofícios já foram expedidos à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e à Liga de Futebol do Nordeste com esta finalidade. 

A tensão tem fundamento. Em 2013, num duelo parecido, uma briga generalizada no Trapichão se formou e quatro torcedores (sendo três do Recife e um de Maceió) foram levados ao Hospital Geral do Estado (HGE). 

A postura adotada pela torcida do Santa Cruz não gerou problemas sérios apenas em Alagoas. Em julho de 2018, um confronto envolvendo torcedores do time pernambucano e do Sport, nos arredores do Estádio do Arruda, no Recife, resultou na morte de uma pessoa. Na temporada do ano passado, ocorrências parecidas também foram registradas, sempre tendo como protagonistas pessoas com a camisa da organizada do Santa.

Diante destes episódios violentos, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Marcos Sampaio, solicitou que a próxima partida entre CRB e Santa Cruz ocorresse, apenas, com a presença de torcedores do Galo. A avaliação do pedido está sendo feita pelo Juizado do Torcedor.

Enquanto isso, o procedimento administrativo no âmbito do MPE foi instaurado pelos promotores Bruno de Souza Martins Baptista e Sandra Prata Malta Lima, da 41ª Promotoria de Justiça da Capital. Eles consideraram, ainda, que as duas torcidas dos times a se enfrentarem no fim deste mês são inimigas históricas e, por muitos anos, foi possível observar desavenças dentro e fora dos estádios.

Além disso, refletiram o quanto a cidade do Recife, sede do Santa, é próxima de Maceió, o que facilita a viagem destes torcedores para Alagoas. E constataram que a torcida "Mancha Azul" é aliada da "Inferno Coral", do Santa Cruz, fato destacado pelo MPE como sendo relevante. 



Compartilhe