a Militares recusam reajuste de 10% e agora querem aumento de 29% | Jornal de Alagoas

Geral

Militares recusam reajuste de 10% e agora querem aumento de 29%


Redação
Fonte: Jornal de Alagoas

17/04/2018 19h04

Centenas de servidores da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros recusaram a proposta de reajuste de 10% apresentado pelo Governo de Alagoas, com o objetivo de evitar o aquartelamento das corporações. Durante a assembleia, os militares decidiram, que a partir de agora as associações que representam os militares apresentarão proposta de reajuste 29%.

Segundo líderes de associações de militares, esse mesmo percentual teria sido dado aos delegados da Polícia Civil de Alagoas.

Realizada em frente ao Palácio dos Palmares, em Maceió, nesta terça-feira, 17, à tarde, a assembleia definiu também pela paralisação de diversas das ações das forças que integram a Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL) – inclusive a Força Tarefa.

Na semana passada, o governo apresentou, através de um grupo de secretários, proposta de 6%, que não foi aceito. Na última sexta-feira, uma nova proposta foi apresentada. O governo acenou com o realinhamento de 10%, divididos em quatro anos, percentual que foi rejeitado na assembleia desta terça-feira, 17.



Compartilhe