Geral

Demi Lovato sofreu overdose após festa em sua casa, segundo site


Fonte: Metrópoles

25/07/2018 15h49

Demi Lovato sofreu overdose de heroína após uma festa que durou a noite inteira, em sua casa, no bairro de Hollywood Hills, na Califórnia. As informações são do site TMZ.

De acordo com o portal, Demi foi encontrada inconsciente em casa. A cantora de 25 anos foi transportada para um hospital de Los Angeles, nessa terça-feira (24/7). Um representante da popstar declarou que ela está estável, acordada e com a família.

Demi foi medicada com Narcan – um remédio específico para casos de overdose de opiáceos.

Festa
As investigações ainda não concluíram se Demi sofreu a overdose enquanto os convidados ainda estavam na festa. O TMZ informa que a comemoração começou pouco depois da meia-noite.

Antes da festa, Demi tinha participado de uma celebração no bar Saddle Ranch.

Luta contra drogas
Em março deste ano, Demi revelou estar há seis anos sóbria. No entanto, em junho, ela lançou a faixa Sober, na qual revela ter tido recaídas. “Mamãe, desculpas, não estou mais sóbria”, diz letra da música.

A cantora passou por algumas internações em decorrência não só da dependência química mas também de transtorno bipolar, anorexia e bulimia. A artista comemorou, em janeiro deste ano, seis anos de sobriedade. Em setembro de 2017, Demi contou, em um programa de entrevistas britânico, que só levou a sério a batalha contra as drogas quando os pais ameaçaram abandoná-la e a proibiram de conviver com a irmã mais nova.

Carreira
Demi Lovato é, atualmente, uma das mais importantes personalidades do mundo pop. A cantora começou a trabalhar aos 9 anos de idade, na série Barney e Seus Amigos. Em 2008, estrelou o filme da Disney Camp Rock – a participação no longa foi decisiva para alavancar sua carreira.

Don’t Forget, primeiro disco de estúdio da artista, foi lançado em 2008. O álbum vendeu 1,4 milhão de cópias. Em seguida, a cantora gravou Here We Go Again (2009), Unbroken (2011), Demi (2013), Confident (2015) e Tell Me You Love Me (2017).



Compartilhe