Geral

PCC demonstra alta influência em Alagoas



10/08/2018 11h14

Maior facção criminosa do país, com cerca de 30 mil membros, o PCC (Primeiro Comando da Capital) domina o mercado de drogas e o sistema prisional de oito estados brasileiros, briga pelo controle desses setores em outros 13 mais o DF. 

 

Na matéria publicada no site Uol, a pesquisadora Camila Nunes Dias professora da Universidade Federal do ABC mostra um mapa brasileiro da influência do PCC nos estados. Sergipe, São Paulo, Piauí, Paraná, Acre, Roraima e Mato Grosso do Sul sofrem uma influência "muito alta" da facção. 

"Quando indicamos que o PCC tem baixa influência em um determinado estado, isso sinaliza que existem outras facções predominantes no local", afirma a socióloga Camila. 
 
Autoridades estimam que a facção conseguiu batizar cerca de 18 mil novos membros, sendo 3.000 em cidades paulistas e outros 15 mil nos outros estados. O PCC monopoliza o mundo criminoso e vários presídios essenciais para o tráfico de drogas. 



Compartilhe