Geral

Estudante de União vai representar Alagoas como Jovem Embaixadora nos EUA


Fonte: Assessoria

07/11/2018 17h14

A estudante Beatriz Fidelis Paulino, aluna da Escola Estadual Carlos Gomes, de União dos Palmares, será a representante alagoana do Programa Jovens Embaixadores, parceria entre a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed) e secretarias estaduais de Educação que possibilita que estudantes da rede pública participem de intercâmbio nos EUA.

Primeira palmarina a conseguir tal façanha, Beatriz tem um perfil que se encaixa em todos os pré-requisitos do programa: aluna dedicada e de comportamento exemplar, têm fluência em língua inglesa e participação ativada nas atividades escolares – o que inclui o grêmio estudantil e uma monitoria em redação onde ajuda colegas com mais dificuldades na disciplina.

“Recebi muito apoio de todos na escola, que sempre acreditaram em mim. Ser a escolhida em um grupo de candidatos tão bons me deixa muito honrada. Essa experiência vai ampliar meus horizontes e me tornar um ser humano melhor”, declara a jovem, emocionada.

Aluna da primeira turma de ensino integral da escola – sua turma conclui o ensino médio esse ano junto com o curso técnico de Recursos Humanos – Beatriz diz que a modalidade também contribuiu para a sua conquista. “Ficamos 11 horas por dia aqui, formamos uma segunda família na escola e isso nos permite participar de vários projetos e crescermos como pessoas e seres humanos”, fala a garota.

Experiência única

A conquista de Beatriz enche de orgulho toda a comunidade escolar e a 7ª Gere – que abrange as unidades da rede estadual localizadas no Vale do Mundaú. O diretor Arthur Ferreira diz que sempre acreditou que a aluna viria a ser escolhida embaixadora.

“Ele se encaixa em todos os critérios exigidos pelo programa, é muito participativa e está conosco desde o 6º ano. Sua conquista é um divisor de águas, ainda mais pelo fato dela ser da primeira turma do ensino integral”, conta Arthur.

Responsável por despertar a paixão de Beatriz pela língua inglesa, o professor Tarcísio Morais também não esconde o orgulho. “Temos um curso de Inglês para alunos e ex-alunos aqui na escola e ela é uma aluna destaque, sempre teve facilidade em aprender o idioma”, relata Tarcísio.

A gerente da 7ª Gere, Roseane Vasconcelos, comemora a façanha de Beatriz e ressalta o quão enriquecedor é participar de um intercâmbio no exterior. “Em 2011, quando era diretora da Escola Estadual Jorge de Lima, tive a chance de participar de um intercâmbio do Prêmio Gestão nos Estados Unidos. Foi um momento único para mim e acredito que também será para a Beatriz. E será importante não só para ela, mas todos os nossos estudantes que, a partir de sua conquista, se sentirão motivados a participar de programas como este”, avalia Roseane.

NúmerosDe acordo com Dileusa Costa, coordenadora do programa Jovem Embaixador de Alagoas, 500 estudantes alagoanos se inscreveram para participar do programa.  “Em todo o Brasil, foram 22 mil inscritos para 50 vagas. Em Alagoas, tivemos 500 inscritos, dos quais 119 foram pré-selecionados e, destes, restaram 19 para as provas de língua inglesa. A Beatriz ficou em primeiro lugar”, explica Dileusa.

Dileusa conta ainda que outros três candidatos - Deivid Nicolas de Assis (Instituto Federal de Alagoas – campus Viçosa), Gabriel Soares da Silva (Escola Estadual Izaura Antônia de Lisboa – Arapiraca) e Larry da Silva Oliveira (Instituto Federal de Alagoas – campus Palmeira dos Índios) -  foram selecionados para participar de um curso de imersão em língua inglesa na Embaixada dos EUA em Brasília.



Compartilhe