a Renan Filho afirma que Alagoas reduziu violência em 2018 | Jornal de Alagoas

Geral

Renan Filho afirma que Alagoas reduziu violência em 2018


Fonte: Cada Minuto

04/01/2019 12h11

O governador Renan Filho e membros da Segurança Pública se reuniram na manhã desta sexta-feira (04), no Palácio dos Palmares, para apresentar o balanço geral de Maceió e Alagoas no ano de 2018. Para o governador, “a meta agora é levar a taxa do estado que é um pouco mais baixa para a média nacional”. Renan também ressaltou que em 2018 a violência no estado reduziu 50% em comparação ao passado.

“Por exemplo, quem caiu de 102 para 50 tem que enfrentar o desafio de cair de 50 em Maceió para 30, para a média nacional. O Nordeste tem um componente violência maior do que o restante do Brasil por várias questões, mas vamos levar Alagoas para baixo da média nacional nos próximos 4 anos”, afirmou Renan.

Segundo o balanço relacionado aos crimes letais e intencionais em Alagoas, de 2011 a 2014 foram registrados 9.108 mortes. De 2015 a 2018, esse número caiu para 7.130. Um total de 1.978 vidas preservadas. Em 2018, foram 1.518 crimes violentos letais e intencionais.

Já o homicídio doloso, no período de 2011 a 2014 foram 8.624 mortes e de 2015 a 2018, o número também caiu para 6.372. Um total de 2.252 vidas preservadas. Somente no ano de 2018, foram registrados 1.329 homicídios dolosos. Em 2017, foram 1.706 casos no estado.

Conforme Renan, a violência foi reduzida em todas as regiões de Alagoas. Ele afirmou que programas como o Ronda no Bairro, Força Tarefa, Vida Nova nas Grotas, e escolas em tempo integral ajudaram para que esse índice de violência caísse.

Ainda segundo o balanço, em 2018, foram registrados 36 latrocínios. Já em 2017, 58. A redução foi de 37,9%. Já com relação ao feminicídio, em 2018 foram 19 casos e em 2017, 33. A redução foi de 42,4%.

Capital

Em Maceió, a redução em 2018 foi de 21,6% comparação a 2017 quando se fala em crimes violentos letais e intencionais. No período de 2011 a 2014, foram 3.336 mortes e de 2015 a 2018, 2.280.

No homicídio doloso, de 2011 a 2014, foram 3.162 mortes. Já de 2015 a 2018 foram 2.002 casos registrados. Apenas em 2018, foram computados 451 homicídios na capital.

Já no crime de latrocínio, segundo dados da segurança pública, foram 13 casos em 2018 e 15 em 2017. Uma redução de 13,3%. Os casos de feminicídios, ainda segundo os dados, foram registrados seis na capital em 2018 e em 2017, 8.

Renan afirmou que a violência em Maceió já diminuiu 50% do que ela já foi no passado e que Alagoas já não é o estado mais violento do país.

Na apresentação, Filho também anunciou a criação de mais sete Cisps. “Estamos apenas aguardando a formação de mil policiais já que vamos convocá-los”, disse.

As cidades que vão receber os Cisps são: Maribondo, Taquarana, Pilar, Campo Alegre, Messias, Teotônio Vilela e São Sebastião.



Compartilhe