Geral

Secult e Ancine assinam termo para edital de apoio ao audiovisual


Fonte: Agência Alagoas

14/02/2019 16h42

Mais um passo foi dado para o avanço da produção cinematográfica alagoana. O secretário de Estado da Cultura, Paulo Poeta, assinou, nesta quarta-feira (14), no Rio de Janeiro, o Termo de Complementação junto à Agência Nacional de Cinema (Ancine). O documento garante o aporte de R$ 5,00, por meio do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), para cada R$ 1,00 aplicado pelo Governo de Alagoas em ações voltadas para o audiovisual.

“Estamos destinando R$ 1.365 milhão para o Fundo. Dessa forma, teremos o retorno de R$ 6.635 milhões para a realização de projetos audiovisuais, totalizando R$ 8 milhões para mais um edital histórico”, disse Poeta.

Na ocasião, o secretário apresentou ao Comitê de Investimentos em Cinema, representado por Elizabeth Maria Mendonça Real, a proposta do V Edital de Apoio à Produção Audiovisual, que será lançado este ano. “Após sermos selecionados pela Ancine, tivemos uma ampla discussão com representantes do segmento para a formatação de um edital que atendesse diretamente às demandas do setor”, explicou.

O secretário destacou ainda que este é mais um edital histórico para o segmento cultural alagoano, que recebe investimentos nunca antes aportados em Alagoas. “A produção cinematográfica de Alagoas vem conquistando cada vez mais o apoio do Governo do Estado na construção de um segmento forte e na difusão da sétima arte. Mais uma vez, o audiovisual é contemplado com recursos importantes para a difusão de suas atividades em Alagoas”, disse.

O edital contemplará a seleção de três longas-metragens, uma série, quatro telefilmes, 13 curtas-metragens divididos em categorias especiais. Ao longo do ano também serão desenvolvidos projetos que incentivem a produção audiovisual no Estado, como festivais e atividades de formação do setor.



Compartilhe