Geral

Seris entrega kits de higiene pessoal para reeducandos


Fonte: Agência Alagoas

03/04/2020 17h10

 

Para reforçar os cuidados com a higiene pessoal e fortalecer a prevenção ao novo coronavírus, a Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social de Alagoas (Seris/AL) realizou, nesta sexta-feira (3), a distribuição de cerca de 2.500 kits de higiene pessoal entre os reeducandos do complexo penitenciário de Maceió. A ação é fruto de parceria com a Igreja Universal do Reino de Deus, denominação que vem contribuindo significativamente com a política de assistência religiosa da Seris.

O chefe especial de Unidades Penitenciárias, policial penal Milton Pereira, recebeu a doação e destacou o apoio de todos os líderes religiosos responsáveis por levar palavras de conforto às pessoas privadas de liberdade. “A doação dos kits reafirma o compromisso da Seris com os voluntários que ofertam assistência religiosa aos reeducandos, independentemente de credo, cor ou raça”, afirmou Pereira.

Esta foi a primeira parte da entrega dos kits de higiene pessoal, que terá continuidade em data ainda a ser definida. Na oportunidade, o policial penal destacou também que os kits somente serão distribuídos nas unidades prisionais após passarem por um processo de higienização, a fim de se evitar qualquer risco de transmissão de doenças.

Já o pastor Luís Carlos Simeão, que participou da entrega, destacou que o material é fruto de arrecadação junto aos fiéis da Igreja Universal. “Desenvolvemos um trabalho de acolhimento não só com as pessoas que estão encarceradas, mas também com seus familiares. Como sabemos que o mundo passa por um momento difícil, resolvemos unir forças para ajudar os reeducandos e superarmos, junto, esta fase de isolamento social”, disse o representante da Universal.

O secretário da Ressocialização e Inclusão Social, coronel Marcos Sérgio de Freitas, por sua vez, reforça a importância de iniciativas como esta. “Trata-se de mais uma medida de prevenção à pandemia do novo coronavírus. E vamos seguir trabalhando no sentido de salvaguardar a saúde de servidores e custodiados do sistema prisional”, assegurou o secretário.



Compartilhe