Inovação

Fazenda disponibiliza plataforma que permite consulta de preços on-line


Fonte: Agência Alagoas

18/08/2017 13h36

O governador Renan Filho anunciou, nesta sexta-feira (18), durante entrevista coletiva no Centro de Convenções Ruth Cardoso, bairro do Jaraguá, que será lançado em setembro, mês do Bicentenário de Alagoas, um plano de investimentos para aceleração do crescimento do Estado em diversas frentes. A iniciativa conta com a parceria da Fundação Getúlio Vargas, que foi visitada pelo governador quando esteve no Rio de Janeiro (RJ), na quarta-feira (16).
 
“A Fundação Getúlio Vargas está nos auxiliando tecnicamente para fazermos o lançamento de um plano que efetivamente priorize os segmentos econômicos e as políticas públicas que mais tragam resultados para a nossa população”, revelou Renan Filho.
 
De acordo com ele, o plano prevê investimentos em Saúde, Infraestrutura, Educação, Segurança Pública, dentre outras áreas. “Desejamos com esses investimentos dotar Alagoas, cada vez mais, da estrutura necessária para avançar na velocidade que o cidadão precisa e espera”, acrescentou o governador.
 
Jornada
Renan Filho esteve no Centro de Convenções para participar da abertura da segunda etapa da I Jornada da Inovação da Sefaz (Secretaria de Estado da Fazenda). Durante a solenidade, foi aberto o Hackathon Insano - 72 horas, uma maratona de programação cujo objetivo é explorar dados abertos e sistemas de software a fim de desenvolver apps (aplicativos) para celulares Android e/ou iOs.
 
Na primeira etapa da Jornada da Inovação, ideias originais foram apresentadas e discutidas com o objetivo de transformá-las em aplicativos móveis. Nesta segunda fase, as melhores ideias foram premiadas, momento também de os participantes desenvolverem a prática a partir das propostas apresentadas.
 
“Nós vamos perenizar esse tipo de evento, de iniciativa, fazendo não somente com um segmento do Governo, mas também apresentando soluções tecnológicas para a Saúde, a Educação, a Segurança Pública, para o cuidado com a criança e a gestante, com o idoso, para a pessoa com deficiência”, declarou Renan Filho.
 
O evento reúne participantes de vários Estados – a maioria integrante da comunidade acadêmica. O estudante alagoano de Sistemas de Informação Weverton Amorim, 21 anos, confessa que a oportunidade de obter mais conhecimento o motivou a participar da Jornada da Inovação.  
 
“Sempre temos a expectativa de ser premiado, mas não vim com o foco de tirar o primeiro lugar e sim para obter mais conhecimento, conhecer a estrutura desse evento, o primeiro desse porte que participo”, revelou o estudante.
Não precisa ser um especialista em economia para entender que a melhor forma de encontrar preços menores é indo? ?em busca? ??deles. Pesquisando. A famosa busca pelo melhor custo benefício. Numa tentativa de auxiliar o consumidor alagoano nes?ta?? tarefa, a Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz/AL) lança, no âmbito da I Jornada da Inovação, o site Economiza Alagoas.
 
A plataforma ?já? est?á?? ?disponível pela internet, mas em breve, também, em formato de aplicativo móvel. O Hackathon Insano – 72 Horas vai cuidar dessa parte. O sistema vai permitir a pesquisa de valores de qualquer produto durante período de tempo escolhido por quem o acessa. A busca poderá ser feita por descrição ou através de códigos de barras.
 
“É bem simples. Por exemplo, se quero saber a variação do preço do leite nos últimos três dias, basta eu digitar leite e selecionar o período de tempo”, explica o líder do projeto Eduardo Barbosa.  A ferramenta vai abranger todos os municípios do Estado.
 
O banco de dados do projeto é alimentado pelas informações fornecidas pela Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), documento que registra digitalmente operações comerciais de venda. “Tudo é feito automaticamente. Quando o consumidor emite a ? ?NFC-e?, a Fazenda recebe as informações e registra os preços praticados no sistema. Dest?a forma, os valores são atualizados diariamente”, explica Eduardo.
 
Segundo ele, o tempo que uma NFC-e demora para gerar dados para o Economiza Alagoas é de, no máximo, cinco minutos. É rápido, quase instantâneo e vai ajudar bastante na rotina do alagoano. Nesse ponto, a Sefaz aproveita para reforçar a importância do contribuinte aderir a NFC-e. Além de servir como fonte para as pesquisas, esta?  ?nota garante maior segurança, possibilidade de reimpressão e ainda é possível ser acessada pelo computador ou smartphone.
 
“Quando o consumidor consulta a nota fiscal que recebe está nos ajudando a encontrar fraudes. Às vezes o estabelecimento apenas imprime a nota, mas não envia para a Fazenda. Para validar qualquer nota fiscal basta acessar o espaço da NFC-e, no site da Sefaz (http://www.sefaz.al.gov.br/nfce), ou baixar algum aplicativo de leitura para QR Code. “Alguns apps permitem salvar as consultas, o que possibilita o descarte da nota impressa, além da própria fiscalização”, conclui.?
 
?De acordo com o chefe de projetos da Gerência  Executiva de Tecnologia da Sefaz Marcelo Malta,? alguns pontos desta iniciativa devem ser atentados pelos usuários. "O primeiro deles é que todos os dados apresentados ?no site ?são de natureza pública?, oriundos exclusivamente das NFC-e do Estado de Alagoas?, ou seja, cupom fiscal, Nota Fiscal Eletrônica e Nota Fiscal Modelo 2, popularmente conhecida como nota de balcão, não fornecem informações que possam auxiliar o banco de dados do portal", afirma.
 
Outro fator relevante é que cada estabelecimento define e informa sua própria descrição do produto?, o que faz com que o consumidor atente na forma como vai especificar o item durante a pesquisa. ?
 
A versão está sendo disponibilizada no endereço www.sefaz.al.gov.br/economizaalagoas e, novas funcionalidades como categorização, filtros inteligentes, lista dos mais consultados serão inseridas nos próximos meses. "Quanto mais o consumidor pede a NFC-e, mais ele contribui com este trabalho, pois vai ajudar a fornecer mais informações para alimentar o banco de dados do sistema", finaliza.



Compartilhe