Interior

Tensão em Batalha: prefeitura suspende festa e feira de animais


Redação
Fonte: www.edivaldojunior.com.br

16/12/2017 17h06

Vereador no município de Batalha, Tony Pretinho foi morto a tiros em frente a sua residência exatos 36 dias depois do assassinato de Neguinho Boiadeiro, que era vereador e presidente da Câmara Municipal da cidade.

Após o crime, na noite dessa sexta-feira, 15, a prefeita de Batalha, Marina Dantas (PMDB) anunciou a suspensão da primeira feira de animais que seria realizada neste sábado, 16, o parque de exposições Mair Amaral. A prefeita também suspendeu as comemorações da emancipação política da cidade, que estavam previstas para o próximo dia 22.

“Não existe clima para festas. As pessoas da cidade estão com medo até de sair nas ruas”, justificou da prefeita.

Tony Pretinho era aliado da prefeita Marina Dantas e tinha ligações políticas com o esposo dela, Paulo Dantas, que já foi prefeito do município e é filho do presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, deputado estadual Luiz Dantas.

A polícia investiga se há alguma relação entre os assassinatos dos dois vereadores “Tony Pretinho e Neguinho Boiadeiro).

Ao lado da prefeita, Paulo Dantas diz que está abalado, preocupado e triste: “meu apelo e da prefeita é que o estado, a Secretaria de Segurança tome as providências para resolver essa situação. O clima na cidade está muito ruim, todo mundo com medo de sair na porta de casa”, aponta.

Paulo diz que tentou conversar na sexta-feira com o governador Renan Filho e pediu que Luiz Dantas atuasse juto à SSP para cobrar providências. “A repercussão é muito ruim. Estou com a prefeita. Falamos com as autoridades. A polícia está agindo para tentar localizar os assassinos.

Após o crime chegaram duas viaturas do Bope e duas viaturas da Caatinga (Pelopes). Esperamos que o policiamento seja reforçado permanentemente”, disse.

A morte de Tony, segundo Paulo, foi um grande choque. “Estou arrasado, preocupado. É preciso descobrir o quanto antes quem é que está por trás disso. Não só do crime contra o nosso amigo, nosso aliado, o Tony, que tinha toda a família ligada a gente, mas também é preciso elucidar a morte do vereador Neguinho Boiadeiro, ainda mais com a família dele injustamente me acusando todos os dias.

Para Paulo, as acusações contra ele é uma covardia: “sabem do meu histórico, do meu passado, da minha forma de proceder, jamais iria sequer compactuar com esse tipo de coisa. Todos nós estamos preocupados e com medo e esperamos uma ação efetiva e rápida da polícia para esclarecer esses episódios lamentáveis”, enfatiza.



Compartilhe