Interior

Farra das diárias: Prefeitura de Delmiro gasta quase R$ 50 mil no mês de junho


Redação
Fonte: Jornal de Alagoas

02/08/2018 14h51

Após o decreto que de acordo com à Prefeitura de Delmiro Gouveia (PMDG) iria enxugar valores na folha de pagamento, entrando em vigor a partir do dia seis do mês de junho a gestão se contradiz e aumentou no mês de junho, os gastos com diárias para deslocamento do prefeito Padre Eraldo e servidores, efetivos e comissionados. Somente em junho, segundo dados do portal da transpar|ência foram gastos R$ 47.130 com diárias. O cálculo também foi feito no mês de maio que, de acordo com a soma, postado no Portal da Transparência, fica na média, chegando a R$ 50.860.

Os que recebem o maior valor nas diárias são o prefeito, Eraldo Cordeiro, tendo valores publicados no Portal da Transparência de até R$1.600 por cada viagem feita, seguido pelo Chefe de Gabinete, Paulo Campos, com diárias que variam entre R$ 400 a R$ 800 e Sérgio Silva, Motorista do Prefeito. Esse, chega a receber diárias que variam de R$ 200 a R$ 800. 

Para se ter uma ideia, a média do valor pago de diárias pela Prefeitura gira em torno de R$ 1.430. Em alguns dias, o valor ultrapassa a casa dos R$ 2 mil. Ainda de acordo com o portal, em apenas dois dias, Eraldo, Sérgio e Paulo Campos, juntos, somaram um valor de R$ 2.400 em diárias a serem pagas pela PMDG.

Em julho, o valor de pagamento (de acordo com dados disponíveis até o fechamento desta matéria) das diárias já havia ultrapassado a casa dos R$ 30 mil. Somente em julho Padre Eraldo recebeu 5,5 diárias, perfazendo um total de R$ 4,400,0 para despesas com viagens a Maceió e Arapiraca. O prefeito recebe R$ 800 todas as vezes que viaja a trabalho para outro município.

Se for mais afundo, o valor de R$ 50.860, pago em diárias no mês de maio supera o valor da folha de pagamento dos contratados da Secretaria de Administração que, segundo o portal, foi de R$ 48.077,01, referente ao mês de junho de 2018.

Vale ressaltar que quando o decreto foi assinado, a Prefeitura alegou queda de repasse de mais de 50%. Inclusive, o gestor anunciava dificuldades com o pagamento da mantenedora da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas em julho, como mostra o Portal, a empresa recebeu R$ 450.000 referente ao serviço de julho.

Quando o assunto é a folha de pagamento, a Secretaria de Infraestrutura, chefiada Silvio Clécio, pagou o valor de R$ 111.171,40, referente a 115 servidores comissionados, referente ao mês de junho de 2018, o que representa a folha mais cara da PMDG.



Compartilhe