Interior

Federação paraibana conhece ação exitosa que encerrou lixões em municípios


Fonte: AMA

14/09/2018 15h30

Considerado o único estado nordestino a ter todos os municípios sem lixões, o trabalho da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) está servindo de exemplo para várias cidades brasileiras, que estão adotando o modelo desenvolvido através  de parceria com a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Ministério Público , consórcios intermunicipais e Instituto do Meio Ambiente.

Nesta quinta-feira (13) o superintendente da Famup, a Federação dos Municípios da Paraíba, Pedro Dantas, representou o presidente em uma reunião na AMA e conheceu todo o trabalho que começou em 2007 com a instalação de oficinas para criação do plano estadual e agrupamento dos municípios em regiões. O pontapé inicial resultou na formação dos consórcios regionais que passaram a trabalhar de forma integrada, com orientação da AMA e sob a supervisão da Semarh.

“Os prefeitos de Alagoas tiveram a vontade política de cumprir a legislação vigente e, com o apoio fundamental do governo em todas as etapas, incluindo o financiamento dos planos municipais, o projeto avançou”, disse Elaine Melo, da Semarh. “Não foi fácil o fazer acontecer sem recursos federais, disse a técnica da AMA, Brigida Leylane. Os municípios enfrentam vários problemas com o subfinanciamento dos programas e conseguir implementar a Lei de resíduos foi uma vitória, complementou”

Em 2017, o Ministério Público veio complementar as ações já existentes com os gestores encerrando os lixões  e se comprometendo a iniciar uma nova fase que é a recuperação das áreas degradadas e estimulando a formação de cooperativas para implantação da coleta seletiva.

O superintendente paraibano aplaudiu o trabalho da AMA e parceiros e garantiu que vai levar para a próxima reunião entre prefeitos e Ministério Público todo a expertise de Alagoas. Ele tambémavalia que só a parceria entre o poder público, em todas as suas esferas , e o entendimento da importância e necessidade da iniciativa privada nesse processo poderão fazer com que os municípios paraibanos avancem e cumpram a legislação em sua totalidade.

A reunião contou com a participação da assessora técnica Brígida Leylane, as gerentes Zélia Cavalcanti, Larissa Ferro, da assessoria técnica da Semarh Elaine Melo e do superintendente do Consórcio do Agreste, Ivens Leão.



Compartilhe