Justiça

TRE/AL e instituições iniciam integração com foco nas Eleições 2018


Fonte: Redação Jal e Ascom

26/04/2018 17h43

Uma reunião na sede do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), na manhã desta quinta-feira (26), reuniu a cúpula diretiva da Justiça Eleitoral e representantes das instituições responsáveis pela segurança pública nas eleições de outubro próximo. Entre os principais temas abordados, o recente rezoneamento e extinção de Zonas Eleitorais, o combate às fake news, a fiscalização de propagandas irregulares e um combate efetivo aos crimes eleitorais tiveram destaque.

“Gostaria de declinar minha crença mais forte e arraigada no nosso trabalho conjunto. Só com a integração e o espírito de colaboração já existente premiaremos o Estado de Alagoas com um novo fôlego para a manutenção da democracia, honrando a escolha soberana do povo mais uma vez”, enfatizou o presidente do TRE/AL, desembargador José Carlos Malta Marques, ao iniciar a reunião.

O desembargador destacou também que a união de todas as forças policiais do Estado com o TRE/AL garantirá que as pessoas possam escolher o que acharem melhor para a condução de Alagoas e do Brasil. “A Justiça Eleitoral confia muito neste trabalho integrado, nos juízes, promotores eleitorais e servidores, e nisso repousa a tranquilidade que o alagoano terá para votar”, complementou.

Na oportunidade, houve a apresentação dos trabalhos da Ouvidoria Eleitoral e da Escola Judiciária Eleitoral, no intuito de firmar parcerias para fortalecer as ações da Justiça Eleitoral no território alagoano.

PF cria grupo de repressão a crimes cibernéticos

Ainda na reunião, a delegada Fabíola Prado, responsável pela Delegacia Institucional da Polícia Federal em Alagoas, anunciou que já está sendo criado um grupo de repressão a crimes cibernéticos, focado para atuar no período eleitoral na fiscalização e combate às fake news e propaganda eleitoral nas redes sociais.

O secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior, destacou que a responsabilidade das forças de segurança só aumenta com a aproximação do período eleitoral, mas está confiante que com planejamento e integração a eleição acontecerá no mesmo clima de tranquilidade que em 2016. “Alguns municípios merecem um olhar especial em razão do histórico de episódios violentos com conotações políticas e já estamos fazendo um planejamento de atuação mais objetivo, inclusive com a inauguração de centros integrados de segurança, como ocorrerá brevemente em Batalha e Major Isidoro”, disse.

Promotores Titulares

Mais uma boa novidade anunciada na reunião desta quinta-feira é que o Ministério Público Estadual atuará com força total nas próximas eleições. De acordo com o promotor de Justiça e representante do órgão na reunião, Edelzito Andrade, com a nomeação dos novos promotores, pela primeira vez na história de Alagoas todas as Zonas Eleitorais estarão compostas por promotores eleitorais titulares.

“A atuação dos novos promotores eleitorais em todo o Estado certamente é um reforço importante para a fiscalização e combate a crimes no período de eleições, especialmente com o rezoneamento, que extinguiu algumas Zonas importantes, aumentando a demanda territorial para alguns juízes e promotores”, comemorou o presidente do TRE/AL.

Além dos órgãos que compõem a Secretaria de Segurança Pública de Alagoas, também estiveram presentes representantes da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AL) e das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica).



Compartilhe