a Maceió recebe Centro de Diagnóstico da Uncisal, no Trapiche | Jornal de Alagoas

Municípios

Maceió recebe Centro de Diagnóstico da Uncisal, no Trapiche


Fonte: Ascom SMS

15/07/2019 15h32

A secretária-adjunta de Gestão em Saúde da SMS, Nadja Marinho, participou na manhã desta segunda-feira (15) da inauguração do Centro de Diagnóstico e Imagem Professor Alberto Cardoso (Cedim), localizado no Campus Governador Lamenha Filho da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), no Trapiche. O evento também contou com a presença de Sônia Moura, diretora de Gestão de Planejamento em Saúde da SMS.

De acordo com Nadja Marinho, essa é uma excelente notícia que vem a somar aos atendimentos prestados aos usuários do SUS em Maceió. “Todos os municípios de Alagoas serão beneficiados com esse novo local e eu me sinto bastante satisfeita por poder contar com mais um centro de diagnóstico em Maceió. A unidade vai beneficiar diretamente todos os pacientes que são atendidos pelo SUS com o acesso a exames como mamografia, ressonância, raio-X”, destaca a gestora.

O Cedim proporcionará o acesso a exames como mamografia, densitometria óssea, raio-X, ressonância magnética, ecocardiograma e eletrocardiograma, entre outros, para os usuários do SUS da capital e também de outros municípios do Estado. O local também servirá como prática para estudantes da Uncisal e também para o desenvolvimento de pesquisas na área de saúde. A previsão é que sejam feitos 4 mil e 800 atendimentos mensais, e até dezembro deste ano, registrar 8 mil  atendimentos mês, podendo chegar a 12 mil após a ativação do exame de ressonância magnética.

O reitor da Uncisal, Henrique Costa de Oliveira, ressalta que o investimento é resultado do esforço conjunto das gestões da Universidade, do Estado e do município de Maceió. “Todo o esforço feito para a inauguração do Cedim tem o objetivo de oferecer mais serviços de qualidade aos usuários do SUS. O nosso grande diferencial é o serviço de Telelaudo com a implantação de laudos virtuais no sentido de fornecer diagnóstico em tempo hábil para todo o Estado, sem a necessidade de deslocamento do usuário”.



Compartilhe