a Deputado sai em defesa de Ângela Garrote após boicote do prefeito de Palmeira dos Índios | Jornal de Alagoas

Municípios

Deputado sai em defesa de Ângela Garrote após boicote do prefeito de Palmeira dos Índios


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

22/08/2019 11h42

Durante fala da deputada estadual Ângela Garrote (PP), em pronunciamento durante a sessão ordinária dessa quarta-feira (21), o deputado estadual Inácio Loiola (PDT) foi solidário ao boicote que ela sofreu em Palmeira dos Índios. O prefeito do município, Júlio Cezar (PSB) teria desviado o percurso do desfile cívico realizado durante as comemorações dos 130 anos da cidade para evitar passar no local em que a parlamentar estava posicionada.

No aparte de solidariedade, o deputado acabou se exaltando e revelando publicamente histórias que corriam nos bastidores da política.

“Vossa excelência foi boicotada. Vamos deixar os entretantos de lado e vamos para os finalmentes, como diria Odorico Paraguaçu. Foi uma atitude pequena, mesquinha do prefeito Júlio Cezar”, afirmou.

Inácio lembrou que o prefeito procurou a ele e a ex-presidente do PSB em Alagoas, Kátia Born em busca de uma legenda.

“Quando ele iniciou a campanha, a sigla partidária que ele fosse, ele não teria o comando, nem a certeza que seria candidato. A gente num domingo estava em Inhapi fazendo uma convenção e ele chega. E Kátia Born garantiu que ele seria candidato. Garantiu, ele foi candidato e foi eleito. E ele convocou Kátia Born para ser sua secretária de Saúde e depois chutou Kátia Born, alegando que era vossa excelência (Ângela Garrote) que tinha pedido o cargo de Kátia Born pois queria indicar o secretário de saúde. Uma atitude muito pequena que fez com vossa excelência”. 

Inácio continua sua narrativa: “O deputado Antônio Albuquerque lembra de uma determinada cidade que tinha um prefeito que prometeu voto para todo mundo. E tonho disse, Inácio, o que será de nós? Só de candidato a deputado estadual tinha uns 4, mais  uns 5 ou seis de federal”.

O deputado resgatou ainda a memória de um personagem que conseguia enganar a todos.

“Em Piranhas surgiu um suplicante muito conhecido. Nequinho de Véio. Enganava todo mundo. Em todas as eleições, prometia votos a todos os candidatos a vereador e todos candidatos a prefeito. No final descobrimos que ele nem eleitor de Piranhas era. Era de São José da Tapera”, afirmou

“Ou seja, o prefeito Júlio Cézar também prometeu voto a tudo que era de candidato a deputado estadual, federal, senador e por aí vai. Então eu comparo ele a Nequinho de Véio, que no século passado enganou o povo prometendo votos a todos os candidatos”, concluiu comparando Nequinho de Véio ao prefeito de Palmeira dos Índios.

Veja texto da assessoria da Assembleia Legislativa sobre o discurso de Ângela Garrote

Ângela Garrote parabeniza Palmeira dos Índios pela passagem dos seus 130 anos

Em pronunciamento durante a sessão ordinária desta quarta-feira, 21, a deputada Ângela Garrote (PP) parabenizou o município de Palmeira dos Índios, que ontem comemorou 130 anos de emancipação política. Ela aproveitou para agradecer aos palmeirenses pela acolhida que recebeu durante o desfile cívico. “É muito gratificante receber o carinho desse povo. Dessa Terra que me adotou como sua cidadã”, disse a parlamentar. “Em especial, quero agradecer as demonstrações de carinho e afeto que recebi das crianças e professores, como também ao padre Leandro Marques e o Colégio Diocesano Sagrada Família, que me prestaram uma belíssima homenagem, deixando-me muito emocionada e feliz”, prosseguiu.

Ângela Garrote destacou a história política e cultural de Palmeira dos Índios, ressaltando sua fundação, que se deu a partir de um aldeamento dos índios Xukuru-Kariri, no século 17 e teve como prefeito o escritor modernista Graciliano Ramos, um dos seus mais célebres representantes. “Seu nome é uma referência a esses indígenas e as suas terras, que eram cercadas de esbeltas palmeiras, bem próximo ao pé da serra onde hoje se ergue a cidade de Palmeira dos Índios”, observou a deputada, sem deixar de se reportar a outros ilustres palmeirenses, como o historiador Luiz Torres. “Que em seu livro ‘A terra de tilixi e txiliá, destacou que os povos indígenas foram os primeiros a chegar à região. Os Kariri, vindos de Porto Real do Colégio e os Xukuru, de Pesqueira, no vizinho Estado de Pernambuco, aqui se uniram, dando origem aos atuais Xukuru-Kariri”, contou. Ao encerrar o pronunciamento, Ângela Garrote agradeceu à população palmeirense os expressivos 9.104 votos recebidos nas últimas eleições.

Em aparte, os deputados Cabo Bebeto (PSL), Antonio Albuquerque (PRTB), Inácio Loiola (PDT) e Silvio Camelo (PV) se uniram ao pronunciamento de Ângela Garrote e parabenizaram o município de Palmeira dos Índios pelos seus 130 anos de emancipação política, colocando-se à disposição para o que necessário for em prol do seu desenvolvimento social, econômico e cultural.

Solidariedade

Ainda em aparte, os parlamentares se solidarizaram com a deputada Ângela Garrote, condenando as atitudes da Prefeitura de Palmeira dos Índios contra a parlamentar.



Compartilhe