a Linhas alimentadoras atenderão parte alta a partir deste sábado | Jornal de Alagoas

Municípios

Linhas alimentadoras atenderão parte alta a partir deste sábado


Fonte: Ascom SMTT

06/12/2019 16h12

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) implantará, a partir deste sábado (07), as linhas alimentadoras que atenderão a população do bairro Cidade Universitária, na parte alta de Maceió. Os moradores do Conjunto Grand Jardim e do Residencial Maceió I contarão com as linhas 4003 – Term. Eustáquio Gomes/ Conj. Grand Jardim e 4012 – Term. Eustáquio Gomes/ Residencial Maceió I para se deslocar pela região.

O embarque nas linhas alimentadoras será feito exclusivamente com o Cartão Bem Legal, portanto, todos os passageiros que utilizarem esses coletivos deverão ter em mãos o bilhete eletrônico em qualquer modalidade para ter acesso ao serviço. O uso do Bem Legal será necessário, pois os usuários serão transportados até o terminal de ônibus do Eustáquio Gomes, de onde poderão realizar a integração temporal com outras seis linhas de ônibus já existentes que atendem a região. São elas:

• 049 – Eustáquio Gomes/ Centro (via Farol);
• 052 – Eustáquio Gomes/ Centro (via Cambuci – Feitosa);
• 230 – Forene/ Trapiche (via Eustáquio Gomes – Poço);
• 607 – Eustáquio Gomes/ Iguatemi (via Farol – Poço);
• 706 – Eustáquio Gomes/ Ponta Verde (via Jacintinho – Josepha de Melo);
• 903 – Benedito Bentes/ Eustáquio Gomes (via Ufal).

“As linhas alimentadoras são um ótimo benefício para a população, pois com elas os maceioenses podem desembarcar dos veículos muito mais próximo de suas casas e com mais segurança, principalmente no período da noite”, afirmou a diretora do Sistema Integrado de Mobilidade de Maceió (SIMM), Paula Isanelle.

Os horários das linhas alimentadoras 4003 e 4012 estarão disponíveis para consulta da população no CittaMobi a partir das primeiras horas deste sábado (07).

Integração temporal

Para realizar a integração temporal, é necessário que o cidadão tenha em mãos um Cartão Bem Legal de qualquer modalidade na hora do embarque. Para que o passageiro aproveite o benefício é preciso que seja respeitado o prazo máximo de 90 minutos, que começa a ser contado a partir do momento em que o bilhete eletrônico passa no validador do primeiro veículo.



Compartilhe