Nacional

Rui Palmeira apresenta proposta de moradia em reunião


Fonte: Prefeitura de Maceió

29/03/2019 18h30

O prefeito Rui Palmeira e o secretário de Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos, estiveram no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), nesta quinta-feira (28), para discutir encaminhamentos sobre a situação dos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro.  O encontro em Brasília reuniu representantes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, Secretaria Nacional de Habitação, Secretaria Nacional de Saneamento e Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

“Demos encaminhamentos importantes para a população, sobretudo a do Pinheiro. A principal pauta foi a possibilidade da construção de conjuntos habitacionais para as famílias que, porventura, no futuro não puderem voltar ao bairro. Ficou muito claro que a área considerada de risco continua sendo amarela, laranja e vermelha, e a Prefeitura está fazendo as desocupações dessas regiões e todos vão receber o aluguel social”, disse Rui Palmeira.

O prefeito também falou sobre a situação do Mutange e Bebedouro. “A gente sabe que a barreira do Mutange é uma área extremamente crítica e, por tudo o que está acontecendo na parte de cima, é uma área muito delicada, então toda família que precisar, futuramente, ser removida daquela região vai receber o auxílio-moradia e estamos trabalhando com possibilidade de novas casas para essas pessoas”, acrescentou Rui.

Do Ministério do Desenvolvimento Regional, participaram da reunião a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, Secretaria Nacional de Habitação e Secretaria Nacional de Saneamento. O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) representou o Ministério de Minas e Energia.

O secretário de Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos, destacou a relevância da reunião. “É importante esclarecer que não há um mapa novo e que todas as pessoas estão sendo atendidas pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas). O relatório final dos estudos só teremos no final de abril, mas o Governo Federal fez boas sinalizações diante do que apresentamos, entendeu as ações que o caso requer e as nossas solicitações, como as de novas moradias, a situação do Mutange, drenagem e todas as necessidades”, pontuou.

O Governo Federal garantiu que serão estudadas possibilidades, com avaliação jurídica e orçamentária, de projetos de habitação e saneamento disponíveis no Ministério para atender a região.

Ficou definido também que a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) coordenará o Plano de Ação Federal para a Operação Pinheiro, fazendo a gestão de apoio dos órgãos federais envolvidos. A Sedec receberá as demandas do Município, fará a análise e encaminhará aos órgãos competentes que integram do Sistema Federal de Defesa Civil.



Compartilhe