Negócios

Presidente da Faeal alerta produtores para fazer o CAR


Fonte: Assessoria

31/01/2018 09h04

Apesar de o governo federal ter adiado pela terceira vez o prazo final para a realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR), a prorrogação de apenas de cinco meses foi considerada um sinal de alerta aos produtores rurais que ainda não fizeram a inscrição no sistema.

“Nas outras duas vezes a prorrogação foram pelo período de um ano. Nesta, foram apenas de cinco meses, sendo encerrada no dia 31 de maio. Foi um sinal de que não haverá mais espaço para novas prorrogações”, afirmou o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária no Estado de Alagoas (Faeal), Álvaro Almeida.

Até dezembro passado, haviam sido inscritos no CAR, segundo dados do Ministério do Meio Ambiente, 1,2 milhão de hectares de um universo de 2,2 milhões existentes em Alagoas o que corresponde a 57,8% do total da área cadastrável.

De acordo com ele, apesar de ter havido um aumento no número de inscrição no CAR, ainda há uma pendência expressiva de propriedades rurais que ainda não fizeram o cadastro.

“Os produtores têm que ter a consciência que sem a inscrição no CAR terão dificuldades para financiamentos e de obter certidões de cartórios. Não vamos deixar para fazer este cadastro de última hora e vamos resolver logo esta pendência”, solicitou Almeida aos produtores rurais.

O presidente da Faeal informou ainda que na federação existe uma lista com nomes de 40 técnicos aptos a auxiliar os produtores rurais a fazer a inscrição no CAR.



Compartilhe