Negócios

Agricultores do sertão recebem casas do PNHR


Fonte: Assessoria

05/06/2018 11h14

Mais famílias de agricultores familiares de Alagoas foram contempladas este mês com casas construídas pelo Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). A ação, promovida pela Federação dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado de Alagoas – Fetag-AL, beneficiou moradores da Associação do Assentamento Flores da Serra, em Olho D’água do Casado. A solenidade de entrega das chaves as 14 famílias contempladas do município foi acompanhada por integrantes da diretoria da entidade de classe.

“Por meio do PNHR, conseguimos inserir estas famílias neste planejamento que começou no ano passado com as construções das casas. Cada imóvel custou em torno de R$ 28.500. Hoje, a proposta é de R$ 32.500. Estamos felizes por oferecer as famílias, que viviam em casas de taipa e até de palha, uma condição digna de moradia. Hoje, eles têm um lar de verdade”, afirmou o presidente da Fetag-AL, Givaldo Teles, que acompanhou a solenidade de entrega de chaves as famílias contempladas pelo programa no município.

De acordo com o dirigente sindical, a problemática da moradia ocorre em praticamente todo o Estado. “É preciso que o governo tenha um olha especial para este problema e faça investimentos em habitação para o homem e a mulher do campo”, declarou Teles, lembrando que o PNHR em Alagoas existe há três anos e que, todo o projeto e tramite  na Caixa Econômica ter sido concluído, as casas são entregues as famílias no prazo de até 40 dias.

O programa determina que o agricultor familiar deve pagar apenas 4% do valor total do contrato dividido em quatro parcelas anuais.

“É uma satisfação fazer a entrega deste imóvel aqui em Olho D’água do Casado. Acompanhei todo o processo desde a organização da associação, compra da terra, organização da habitação, energia e água encanada. Então, neste assentamento, as famílias receberam todo o incentivo necessário para crescer no campo”, afirmou o secretário de Política Agrícola da Fetag-AL, Robério Oliveira, afirmando que novas entregas deverão ser entregues em São José da Tapera e em Pindoba.



Compartilhe