Negócios

Procon divulga pesquisa sobre preços da cesta básica


Fonte: Assessoria

03/09/2018 17h06

Na última semana de agosto, o Procon Maceió começou a realizar uma pesquisa de preços dos itens que compõem a cesta básica. Os dados serão divulgados mensalmente para servir de parâmetro e orientar os consumidores durante as compras.

Na comparação entre agosto e o primeiro semestre deste ano, é possível constatar que o arroz, um dos produtos mais procurados, que fechou com média de R$2,68 no primeiro semestre, agora está R$0,13 mais caro. No mesmo período, o café aumentou R$ 0,69.

Entre os itens pesquisados, a farinha de mandioca e o óleo de soja foram os que mais sofreram redução média de preços, de R$6,06 para R$ 4,84 e de R$6,2 para R$ 4,03, respectivamente. Por fim, a cesta básica completa, comercializada nos supermercados, apresentou um aumento de R$ 3,89, sendo vendida agora em média a R$ 48,29.

"É importante ressaltar que o consumidor sempre pesquise os preços dos produtos antes de realizar a compra, pois assim é possível obter economia e evitar gastos excessivos que possam comprometer a renda mensal", orienta o diretor-executivo do Procon Maceió, Leandro Almeida.

"Caso a pessoa perceba itens fora do prazo de validade ou com incompatibilidade entre o valor apresentado na prateleira e no caixa, não havendo resolução com o supermercado, a dica é procurar o Procon", acrescentou o diretor-executivo.

Para mais informações, o consumidor pode entrar em contato com o Procon Maceió pelo telefone 0800 082 4567 ou Whatsapp 98882-8326. A sede do órgão fica localizada no prédio da Secretaria Municipal de Economia (Semec), na Rua Pedro Monteiro, nº 47, no Centro. O Procon também disponibiliza um núcleo de atendimento no prédio do Cesmac, na Rua Iris Alagoense, 458, no Farol.



Compartilhe