Negócios

Ações da Braskem fecham semana em queda de 4,26%


Fonte: Gazeta Web

06/04/2019 11h08

Após todo o imbróglio envolvendo a Braskem nos últimos dias em Alagoas, as ações da empresa fecharam a semana em queda de 4,26%. Nesta sexta-feira (5), a queda foi de 0,25%. Após o fechamento do pregão da bolsa, a ação da empresa custa R$ 48,73. O valor de abertura foi de R$ 49,31, chegando ao pico de R$ 50,18 e o menor valor de R$ 48,12. O capital de mercado da empresa é de R$ 39 bilhões.

A queda acumulada de 4,26% coincide com o pedido apresentado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e Defensoria Pública do Estado na terça-feira (2), solicitando a indisponibilidade de R$ 6,7 bilhões em bens da Braskem, como forma de compensar os prejuízos dos moradores do bairro do Pinheiro, em Maceió. 

A solicitação dos órgãos tinha como objetivo ofertar um suporte financeiro aos moradores do bairro do Pinheiro que, ao longo do último ano, convivem com rachaduras em sua casas, em meio a incerteza sobre um responsável pelo problema. Na ação, MPE e Defensoria responsabilizaram, em parte, a mineradora pelos prejuízos, apesar de o laudo oficial não ter sido divulgado pela CPRM. 

Apesar da solicitação, a Justiça autorizou apenas o bloqueio de R$ 100 milhões, 1,4% do que foi pedido pelo MPE e DPE. Diante da negativa, os órgãos anunciaram que vão recorrer da decisão de primeiro grau em busca do pleito anterior. 

No entanto, os números da bolsa de valores mostram que no acumulado deste ano as ações da empresa acumulam alta de 2,85%. Sites especializados em compra e vendas de ações aconselham a compra das ações da empresa.



Compartilhe