a Genética Paulo Amaral fatura média de R$ 500 mil em nova edição | Jornal de Alagoas

Negócios

Genética Paulo Amaral fatura média de R$ 500 mil em nova edição


Fonte: Assessoria

08/10/2019 09h11

Repetindo o feito das outras edições, o 3º Genética Paulo Amaral encerrou suas atividades,  no último sábado (05), com bons resultados para a comissão organizadora. No evento, foram revendidos 135 animais, em 50 lotes formados por diferentes raças bovinas e graus sanguíneos. As vendas resultaram no faturamento de R$ 563.300,00. Criadores de todo o Nordeste marcaram presença na Fazenda São Luís, em Monteirópolis, buscando animais com altos desempenhos produtivos e desenvolvimento genético.

Durante o shopping, foram comercializadas fêmeas da raça girolando, sendo bezerras, garrotas e novilhas prenhas de sangue ¾ , 5/8 e 7/8, além de machos e fêmeas GIR PO. Esta edição obteve a média de vendas por lote de R$ 11.266,00 e por animal alcançou o quantitativo de R$ 4.172,59.

A fêmea destaque nas vendas, uma girolando 5/8, foi adquirida pelo valor de R$ 18.000,00 pelo pecuarista Jaldecino Lopes da Cruz Gouveia. Já o macho destaque, um GIR PO, nomeado Espetacular da Crauta, foi obtido por R$ 6.000,00, pelo pecuarista Antônio Rolemberg de Albuquerque Neto.

De acordo com Nauber Almeida, assessor do shopping, a sensação após o evento é de dever cumprido. “A qualidade do gado oferecido é indiscutível. A liquidez foi impressionante desde as primeiras horas de vendas. Conseguimos comercializar os lotes de forma justa e os animais adquiridos estão prontos para enriquecer os rebanhos de seus novos compradores”, afirma Almeida.

Para o criador e promotor do evento, Paulo Amaral, o encontro sucedeu não só como um momento de comercialização, mas também um espaço para confraternização com o setor leiteiro nordestino. “Realizamos mais uma edição do shopping visando acolher tanto aqueles que acreditam no potencial da nossa criação e adquiriram animais, como também os amigos que prestigiam o nosso trabalho. Recebemos criadores de todo o nordeste e isso mostra que estamos no caminho certo, ajudando a pecuária alagoana crescer” compartilha Amaral.   



Compartilhe