a Pesquisa para Black Friday é divulgada pelo Procon Maceió | Jornal de Alagoas

Negócios

Pesquisa para Black Friday é divulgada pelo Procon Maceió


Fonte: Secom Maceió

23/11/2019 09h50

O Procon Maceió divulgou nesta sexta-feira (22) a pesquisa de preços de eletroeletrônicos e eletrodomésticos para que os consumidores possam acompanhar as campanhas das lojas para a Black Friday, que acontecerá no dia 29 de novembro.

Procon Maceió divulga pesquisa para a Black Friday

Algumas lojas já começaram a realizar prévias da Black Friday e anunciaram desconto em determinados itens. “Porém, é importante que o consumidor fique atento às campanhas de cada estabelecimento, já que alguns produtos ficam mais caros e depois voltam ao seu valor normal, mas são divulgados como promoção. Por exemplo, televisores de 32 polegadas tiveram aumento de 16% no preço e secadores de cabelo ficaram mais de 38% mais caros em alguns locais”, alerta Leandro Almeida, diretor-executivo do Procon Maceió.

Dar preferência a compras em lojas físicas, pesquisar a variação de preço dos itens e sempre exigir nota fiscal ao estabelecimento são algumas das dicas para quem vai comprar no dia da campanha. Também é importante verificar a política de troca da loja em caso de defeitos ou arrependimento, já que não são obrigatórios. Preferencialmente, deve-se optar por pagamento em cartão de crédito, pois facilita o cancelamento da compra caso haja problemas ou descumprimento a oferta.

É importante redobrar o cuidado com falsas publicidades, lojas em redes sociais e links e propagandas enviadas por e-mail, SMS ou por aplicativos. Deve-se, também, verificar a credibilidade do site ou local de compra e conferir dados como CNPJ ou SAC da loja, páginas de reclamações e procurar o Procon Maceió quanto à existência da loja e o nível de resolução dos problemas da empresa.

“O consumidor deve sempre estar atento à qualidade do produto adquirido, porque pode vir com algum defeito ou falha de difícil percepção. A compra, também, pode ser diferente do que o cliente experimentou ou olhou no mostruário e, neste caso, nem sempre existirá direito à troca. Em caso de arrependimento, há um período de até 07 (sete) dias contados da chegada da mercadoria para a desistência, e pode exigir o dinheiro de volta ou escolher entre crédito e a troca por outro produto”, explicou Leandro Almeida.

Procon Maceió

Os consumidores podem ajudar nas fiscalizações do Procon Maceió. As denúncias podem ser realizadas com o envio de fotos e vídeos pelo WhatsApp (82) 98882-8326 ou e-mail atendimentoproconmaceio@gmail.com. Os maceioenses podem também entrar em contato por meio do telefone (82) 3315-3702 ou ser atendidos presencialmente na Rua Pedro Monteiro, nº 47, no Centro, ou nos núcleos do Centro Universitário Cesmac, na Rua Iris Alagoense, 458, no Farol, e na Faculdade Uninassau, na Rua Professor Sandoval Arroxelas, na Ponta Verde.

Confira a pesquisa feita pelo Procon Maceió. A tabela apresenta, em vermelho, os produtos que sofreram aumento. Em verde, o consumidor vai encontrar os produtos que tiveram baixa nos preços em relação ao mês anterior:

Levantamento B.F novembro

B.F Outubro para comparação


 



Compartilhe