a Busca por crédito em Alagoas cresce 16% em 2019 | Jornal de Alagoas

Negócios

Busca por crédito em Alagoas cresce 16% em 2019


Fonte: Agência Sebrae

03/12/2019 18h48

Pesquisa divulgada pelo Sebrae, essa semana, revela que o número de empreendedores em busca de empréstimo ou financiamento aumentou significativamente. Em 2019, 18% dos entrevistados em todo o país procurou crédito em instituição bancária; o percentual de crescimento foi de 4% comparado a 2018, a maior média desde 2015, quando a busca por recursos foi de 24%. Alagoas acompanha o crescimento com uma média bem próxima a nacional, de 16%.

Em Alagoas, outro dado importante é comemorado pelo Sebrae. Por aqui, pesquisa revela que o número de empresários em busca de orientação, capacitação, ou consultoria com foco na gestão financeira subiu para 17,61%, em 2019, contra 4,21%, em 2018. O número supera e muito a média nacional que foi de 8,3%, e coloca Alagoas à frente de pares nordestinos como Bahia, Pernambuco e Ceará, além de estados como Minas Gerais e Paraná.

Marcos Alencar, gerente da Unidade de Relacionamento Empresarial do Sebrae em Alagoas, explica que a grande vitória é que os empreendedores estão investindo mais em educação para gestão financeira antes de buscar empréstimo ou financiamento.

“Esse dado é de grande relevância porque mostra que o empresário está refletindo mais antes de ir em busca de crédito. É preciso ter em mente três questões antes de decidir buscar o empréstimo: qual o objetivo do recurso; tem capacidade de honrar a dívida a ser assumida; e se o empréstimo foi planejado”, afirma Alencar.

Capital de Giro

O estudo sobre o financiamento dos pequenos negócios aponta que a grande maioria dos empresários - 52% - pretende utilizar o recurso solicitado no capital de giro da empresa. Essa opção vem seguida das iniciativas de compra de máquinas e equipamentos e reforma ou ampliação do negócio, ações apontadas igualmente por 35% dos entrevistados.

Em Alagoas, o percentual de empreendedores que apontou o capital de giro da empresa como finalidade do empréstimo é ainda maior que a média nacional, chegando a 58%.

Alencar chama a atenção para esse dado e sugere que os empresários fiquem atentos antes de gerar dívidas para investimento em capital de giro. “É preciso se perguntar: como vou pagar a dívida se o dinheiro não girar? Essa é sem dúvida uma decisão de alto risco”, alerta.

Cartão de Crédito

Seguindo a máxima de consumo do brasileiro, o cartão de crédito também aparece como o queridinho dos pequenos empresários. Quando questionados sobre diferentes opções de acesso ao crédito, 50% afirmam que o cartão de crédito empresarial é o sistema de financiamento mais utilizado, seguido de perto do pagamento de fornecedores a prazo.

A alta taxa de juros aplicada pelos Bancos ainda é a principal dificuldade apontada pelos empresários em todo País na hora de decidir pelo pedido. Em Alagoas, 39% dos entrevistados indica os altos juros como motivo para não buscar acesso ao crédito bancário.



Compartilhe