Polícia

Operação conjunta reforça fiscalizações pelo cumprimento do decreto emergencial


Fonte: Ascom PM/AL

22/05/2020 16h30

Uma força-tarefa foi desencadeada, na manhã desta sexta-feria (22), entre órgãos da Segurança Pública e fiscalização sanitária de Maceió para averiguar o cumprimento das medidas estabelecidas pelo Decreto Emergencial do Governo de Alagoas. A ação conjunta, entre os governos estadual e municipal, visa unir forças para conter o avanço do novo coronavírus na Capital, epicentro da Covid-19 no estado.

Os trabalhos começaram com uma preleção no pátio da Academia de Polícia Militar Senador Arnon de Mello, no bairro do Trapiche, com a participação do comandante do Policiamento da Capital (CPC), coronel Neyvaldo Amorim, do comandante do 1º Batalhão da PM, tenente-coronel Jadilson Gouveia, e do coordenador do Centro de Operações e Inteligência da Secretária Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social (Semscs), coronel da Reserva Remunerada José Maxwell Santos. O momento foi para orientar as equipes sobre a atuação nas ruas.“Estamos intensificando mais uma vez as fiscalizações com o objetivo de conscientizar a população dos riscos que a Covid-19 tem trazido não só para o nosso estado, mas para o mundo inteiro. Além de orientação, será feito junto aos órgãos da prefeitura o fechamento dos estabelecimentos que estejam funcionando de forma irregular, que não sejam essenciais”, afirmou o tenente-coronel Gouveia.

Em seguida, o efetivo com cerca de 100 agentes iniciou as rondas. Participam da ação, que deve continuar durante todo o dia, equipes da PM; da Operação Lei Seca, que é coordenada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AL); do Programa Ronda no Bairro; Semscs e da Vigilância Sanitária Municipal. Carros de som com mensagens e orientações à população também foram usados.Entre as unidades da PM presentes, estiveram a própria APMSAM (com guarnições formadas por cadetes do Curso de Formação de Oficiais - CFO), Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp), Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), Batalhão de Polícia Escolar (BPEsc), e Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

“Estamos todos juntos trabalhando em prol da população, não importam as circunstâncias. Esse é o lema que a Polícia Militar tem levado, principalmente nesse período da pandemia, para mostrar às pessoas que cada um precisa fazer a sua parte, pois somente juntos iremos vencer essa guerra contra o novo coronavírus”, disse o coronel Neyvaldo.

Além de Maceió, as cidades com mais casos confirmados de Covid-19 também estão recebendo reforços nas fiscalizações como estabeleceu o novo decreto do Governo de Alagoas.

 

Restrições e recomendações

Dentre as principais medidas do decreto, que foi prorrogado até o dia 31 de maio, está a obrigatoriedade do uso de máscaras para sair de casa; a proibição de passear, caminhar ou praticar atividades físicas nas orlas, praças e parques, bem como de estacionar veículos nestes locais – a não ser os moradores ou quem esteja indo a algum estabelecimento na área; e a proibição de realizar reuniões em espaços públicos.

As operações de fiscalização vão garantir o cumprimento da proibição de circulação de pessoas nos locais determinados pelo decreto. Também haverá operações policiais nos transportes coletivos, em rodovias, e em estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar, para garantir que todos estejam seguindo as regras – tanto a população, quanto os responsáveis pelos estabelecimentos e serviços.O decreto prevê punições para quem descumprir qualquer uma das medidas, como a aplicação de multa diária de até R$ 50 mil e a prisão de quem for encontrado em flagrante delito. A população pode denunciar o descumprimento pelo número 181 - para denunciar pessoas físicas ou eventos programados - ou pelo 190, nesse caso para informar sobre flagrantes de estabelecimentos e empresas que estejam descumprindo as determinações.

Descumprimentos constatados

Nessa quinta-feira (21), a Polícia Militar flagrou 28 descumprimentos ao Decreto de Situação de Emergência do Governo de Alagoas em enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), nas áreas do Comando de Policiamento da Capital (CPC), que abrange a Região Metropolitana de Maceió, e do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Agreste do Estado.

O número é 37,8% a menos do que os flagrantes feitos na quarta (20), quando foram registradas 45 ocorrências. Confira a incidência por tipos de enquadramento de ocorrência:

Maceió:
- Doze flagrantes de atividade esportiva e/ou aglomeração em área pública;
- Sete flagrantes de funcionamento irregular do ramo de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres;
- Três flagrantes de atividades de comércio nas praias, lagoas, rios e piscinas públicas ou outros locais.8º BPM (unidade responsável pelas cidades de Rio Largo, Coqueiro Seco, Satuba, Santa Luzia do Norte e Pilar):

- Três flagrantes de atividades esportivas e/ou aglomeração em área pública.

3º BPM (unidade responsável pelas cidades de Arapiraca, Girau do Ponciano, Taquarana, Campo Grande, Olho D’Água Grande, Jaramataia, Junqueiro, Feira Grande, Traipú, Lagoa da Canoa, Teotônio Vilela, São Sebastião, Limoeiro de Anadia, Coité do Nóia e Craíbas):
- Dois flagrantes de funcionamento irregular de bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres;
- Um flagrante de permanência de pessoas aglomerada



Compartilhe