Política

Ex-presidente Lula pode receber homenagem da Assembleia Legislativa durante sua visita a AL


Edivaldo Júnior
Fonte: www.edivaldojunior.com.br

07/08/2017 08h02

A caravana do ex-presidente chega a Alagoas no próximo dia 22 e fica até o dia 23. Aqui, Luiz Inácio Lula da Silva cumpre uma vasta programação, pelo que se sabe. O roteiro inclui atos em Penedo, Arapiraca e Maceió.

Na agenda, também estão previstos encontros com lideranças políticas e populares e a participação de Lula participará em atos ao lado de dirigentes de partidos políticos, prefeitos, governador Renan Filho (PMDB), deputados estaduais e federais e do senador Renan Calheiros (PMDB).

Toda a programação está sendo organizada pelo PT de Alagoas. E até agora não consta da agenda do ex-presidente a entrega de títulos, medalhas ou comendas, como se especula.

Se houver espaço, no entanto, Lula poderá fazer uma pausa para receber o título de cidadão honorário de Alagoas – proposto em 2010 pelo deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) e, pelo que se sabe, já havia sido aprovado, 12 anos antes por iniciativa a ex-deputada Heloísa Helena.

Segundo informações de bastidores, existe forte movimentação na Assembleia Legislativa de Alagoas para fazer a entrega do título de cidadão honorário a Lula.

Se o ex-presidente for receber na Assembleia Legislativa a ALE certamente será palco de muito barulho. Isso porque Alguns grupos já vem se manifestando, pelas redes sociais, contra a entrega da honraria ao ex-presidente no Estado. O mais provável, no entanto, é que o título seja entregue em outro local. Em reportagem recente (http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2017/04/_31083.php) o Portal Gazetaweb registrou que “Movimentos se mobilizam para revogar homenagem da ALE ao ex-presidente Lula”

Convite ao governador

Na sexta-feira, 4, o deputado federal Paulão (PT) e o presidente do PT em Alagoas, Ricardo Barbosa, conversaram com o governador Renan Filho sobre a vinda de Lula ao Estado. Foram para fazer o convite e comunicar a programação, que deve envolver os órgãos de segurança do Estado. Renan Filho confirmou participação.

“Vamos convidar o Renan, o Ronaldo Lessa, o Renan Filho e todos aquelas lideranças que estão contra o governo golpista do Temer e que reconhecem o papel que o presidente Lula teve para o Nordeste”, adianta Paulão.



Compartilhe