Política

Senadores do PMDB devem apoiar Lula em 2018


Fonte: Brasil 247

14/11/2017 11h36

Um grupo de senadores do PMDB, considerados da chamada 'velha guarda' do partido, pretende subir no palanque com o ex-presidente Lula em 2018.

Isso por conta de alianças que vêm sendo costuradas em seus Estados entre os dois partidos, PMDB e PT.

Fazem parte da estratégia os senadores Renan Calheiros (AL), Jader Barbalho (PA), Edison Lobão (MA), Roberto Requião (PR) e, mais recentemente, Eunício Oliveira (CE). A exceção de Romero Jucá (RR), aliado fiel do governo Temer no Congress.

No Ceará, Eunício já tenta até se acertar com o adversário que o derrotou em 2014 na disputa para o comando do Estado, o governador Camilo Santana, do PT, para compor uma chapa para 2018;

Além da popularidade de Lula, que é líder disparado na disputa à presidência, especialmente em estados como Norte e Nordeste, outro motivo para a movimentação dos peemedebistas é a indefinição do PSDB.

No Ceará, por exemplo, Eunício já tenta até se acertar com o adversário que o derrotou em 2014 na disputa para o comando do Estado, o governador Camilo Santana (PT), para compor uma chapa para 2018. Isso porque

há uma desconfiança, entre os peemedebistas, dos reais planos do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que se lançou na semana passada candidato a presidente nacional do partido. A suspeita é de que, na verdade, ele queria se lançar também à presidência da República.

Leia mais na reportagem do Valor Econômico.



Compartilhe