Política

Nem RF, nem Rui: JHC montando chapa para eleger 2 federais e 4 estaduais


Redação
Fonte: edivaldojunior.com.br

04/02/2018 08h37

Entre a comodidade de “garantir” a eleição numa aliança com o grupo de Rui Palmeira ou de Renan Filho e o risco de tentar montar uma chapa competitiva – mesmo com poucas possibilidades de dar certo – o que você escolheria, se fosse candidato a deputado federal?

O presidente do PSB em Alagoas, o deputado federal João Henrique Caldas, ao que parece vai trilhar mesmo o caminho mais improvável nas eleições deste ano.

A reafirmação de que vai insistir na chamada terceira veio depois que JHC participou, na semana passada, ao lado de Renan Filho, da ordem de serviço da obra de duplicação da rodovia entre Maceió e Arapiraca.

Nos bastidores da política, a participação de JHC no ato deu muito o que falar. Mas nem ele, nem o governador, sinalizam para qualquer tipo de entendimento – ao menos por enquanto. “O governador me convidou e eu fui. Mas nossa relação continua, como antes, no campo institucional”, resume o deputado.

JHC segue trabalhando para viabilizar uma chapa majoritária. A tarefa, admite o próprio, não é das mais fáceis. E por isso ele inverter o processo. Ante a dificuldade de encontrar nomes viáveis para a majoritária, João Henrique Caldas quer estabelecer primeiro a participação no PSB nas eleições deste ano pela “base da pirâmide”.

O deputado avisa que já está praticamente definida uma chapa proporcional para estadual e outra para federal – fora do chapão dos grupos de Renan Filho e Rui Palmeira.

“Consolidadas as chapas, vamos ter boas surpresas na majoritária. Temos conversado com alguns nomes e devemos apresentar candidatos ao Senado e ao governo. Não é tarefa fácil, mas eu gosto de desafios”, aponta JHC.

Quanto as proporcionais, as conversas seguem abertamente com o PPL e o PEN e, nos bastidores, com outras legendas: “nas eleições de 2016 em Maceió montamos uma chapa que eu avaliava que era capaz de eleger dois vereadores. Minha tese estava correta e elegemos os dois vereadores. Agora, anote aí, vamos fazer 4 estaduais e 2 federais”, avisa.

Além da aliança com os outros partidos, a prioridade, segundo JHC é reforçar os quadros do PSB. “Até o próximo mês vamos filiar importantes reforços para disputar as eleições desde ano”, adianta.



Compartilhe