Política

Policial Federal será candidato a senador em AL pelo “partido de Bolsonaro”


Redação
Fonte: www.edivaldojunior.com.br

22/04/2018 21h49

A dúvida que existia entre a Câmara dos Deputados e o Senado Federal, ao que parece, acabou. O presidente do PSL em Alagoas, o “partido do Bolsonaro”, deve disputar o cargo majoritário, fazendo dobradinha com o pré-candidato a governador Josan Leite (PSL).

Animado com pesquisas internas e enquetes, o “Policial Federal” Flávio Moreno – como gosta de se apresentar – está colocando seu nome na rua - literalmente.

O PSL avalia (veja texto a seguir) que com a desistência de Gaspar, Flávio Moreno é “a opção do PSL para substituí-lo, herdando seus simpatizantes. Ambos, apesar de ocupar cargos diferentes, são defensores da segurança pública e do combate à corrupção”.

Moreno, que tem uma história de superação pessoal, avalia que entra com chances reais na disputa contra nomes como Renan Calheiros, Benedito de Lira, Maurício Quintella, Marx Beltrão e João Caldas.

A expectativa do partido é que Flávio chegue aos 20% até agosto. Para isso, além de apostar em temas como o combate a corrupção e segurança, Moreno procurar “colar” sua imagem à de Bolsonaro.

Veja o texto distribuído pelo PSL-AL

O Policial Federal Flávio Moreno ganha força como pre-candidato ao Senado - PSL AL

Após obter 9% em enquete da Federalnews, o Policial Federal Flávio Moreno vira a opção do PSL AL - partido de Bolsonaro, como pré-candidato ao Senado, depois da desistência do Procurador Alfredo Gaspar.

O partido é o único de oposição que já possui pré-candidato ao Governo Josan Leite.

A expectativa do partido era que caso Gaspar fosse para disputa como pré-candidato, ele poderia fazer dobradinha com Flávio Moreno, já que nesse ano serão eleitos 2 senadores.
Com a desistência de Gaspar, o Policial Federal Flávio Moreno é a opção do partido de Bolsonaro para substituí-lo, herdando seus simpatizantes. Ambos, apesar de ocupar cargos diferentes, são defensores da segurança pública e do combate à corrupção. 

Defensor da tolerância zero ao crime, de mais qualidade de vida, desenvolvimento do comércio, dos potenciais de Alagoas, da educação e saúde, o Policial Federal costuma dizer:
Vamos limpar Alagoas e o Brasil.

Flávio Moreno tem 10 anos na Policial Federal, de combate ao crime organizado e corrupção. Surge como uma esperança de renovação. Já foi feirante, vendeu biscoito na feira e foi atendente de lanchonete McDonalds, é um exemplo de superação.

Moreno é o atual Presidente do PSL Alagoas e do Sindicato dos Policiais Federais de Alagoas, Conselheiro da Federação Nacional dos Policiais Federais e da Ordem dos Policiais do Brasil, além de Coordenador do Grupo de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas da Polícia Federal de Alagoas.

O Policial Federal Moreno ainda preside a Central Pública de Servidores - AL e coordena o Projeto Social "Amigos da Federal" que leva esporte e prevenção às drogas para alunos de escolas públicas e particulares. Já palestrou e conscientizou mais de 10 mil jovens no Estado.

Desde 2012, Moreno participa ativamente dos principais momentos da vida do país, através da coordenação do movimento independente dos Agentes Federais do Brasil, com mais de 1,5 milhões de seguidores nas redes sociais, dos quais, grande parte em Alagoas. 

Moreno vem sendo procurado por outras lideranças políticas. A segunda vaga de pré candidato ao

Senado está em aberto, podendo surgir em nome próprio do partido já que existem mais de 50 pré-candidatos do partido em diferentes cargos em Alagoas ou em coligação. O que será definido nas convenções dos filiados em Julho.

O PSL AL tem como pré-candidato ao Governo, o engenheiro e líder Josan Leite.

Entre os nomes que o PSL AL tem como pré-candidatos, são o ex-Deputado Federal Chamariz que obteve mais de 26 mil votos quando foi eleito, Cabo Bebeto, Radialista líder de audiência na região norte Marco Menino, Dra. Juliana Borela, o Pastor e Coach Paulo Marcos, o jovem Marcos Holanda, o Promotor Sérgio Simões, o jornalista Claudio Bulgarelli, os representantes de Arapiraca Sandro Freire e o Policial Civil Abelardo, em Teotonio Vilela, Carlos André, o radialista Ranulfo Falcão, Jadson Lira, o Guarda Municipal e diretor da categoria Charles Sanchez, o Policial Federal aposentado Marcos Perciano e mais em torno de 40 nomes.

Nomes que vem para mudar o quadro político de Alagoas e apresentar projetos inovadores para nosso Estado.



Compartilhe