Política

Rodrigo Cunha “desbanca” Benedito de Lira para o Senado


Redação
Fonte: Jornal de Alagoas

17/05/2018 16h42

O quadro mudou com o anúncio da pré-candidatura de Rodrigo Cunha (PSDB) ao Senado. Ao menos é o que apontam pesquisas não registradas e enquetes, que vem circulando em grupos de wattsapp nas últimas horas.

Pelos resultados conhecidos até o momento, o senador Benedito de Lira (PP) foi quem mais perder com o lançamento da candidatura do deputado estadual tucano, principalmente na capital.

Números que estão sendo divulgados em Maceió mostram uma mudança no resultado, com Rodrigo Cunha desbancando Benedito de Lira, do segundo lugar, enquanto Renan Calheiros segue estável, na liderança.

Amostragens realizadas no agreste e sertão, apontam que naquelas regiões Rodrigo Cunha não alterou o quadro já conhecido. Nessas regiões, Renan Calheiros (MDB), Benedito de Lira (PP), Maurício Quintella (PR) e Marx Beltrão (PSD) seguem como favoritos.

A reportagem teve acesso a dados de uma enquete realizada até a última segunda-feira, 14, em Maceió, com participação de aproximadamente 8 mil pessoas.

Quando comparada com o resultado divulgado há cerca de três semanas, a enquete mostra que Benedito de Lira perdeu oito pontos e Marx Beltrão perdeu quatro pontos, após a entra de Rodrigo Cunha na disputa, enquanto os demais candidatos mantiveram a mesma performance.

A enquete, realizada por um grupo de deputados, aponta que Renan Filho aparece com 53%, para o o governo, seguido de Mário Agra com 3%, Basile Christopoulos, 1% e Josan Leite, com 1%.

Na mesma enquete, Renan Calheiros (MDB) ficou com 29%, Rodrigo Cunha, com 22%, Benedito de Lira, 18%, Maurício Quintella, 12%, Marx Beltrão, 6%, João Caldas, 5%, Flávio Moreno, 2% e Omar Coelho, 2%.

Se comparada com a enquete anterior, Renan Calheiros manteve 29%, enquanto Benedito de Lira que tinha 26%, perdeu oito pontos. Maurício Quintella manteve 12%, enquanto Marx Beltrão que tinha 10% perdeu 4 pontos. João Caldas, que pode ser candidato a governador, ficou com os mesmos 5%, enquanto Flávio Moreno e Omar Coelho apareceram pela primeira vez com 2%.



Compartilhe