Política

Jornalista reage à ameça de Júlio Cezar: “se dizer a verdade couber processo, esse não será o último nem o primeiro”


Redação
Fonte: Jornal de Alagoas com Estadão Alagoas

10/07/2018 13h20

A jornalista Grazi Duarte, diretora do portal Estadão Alagoas, publicou no último dia 8 reportagem sobre um suposto esquema de compra de votos envolvendo o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar (PSD). Antes de publicar o texto, ela tentou ouvir a assessoria do prefeito. A “resposta” veio um dia depois. Em tom ameaçador.

Em nota distribuída pela sua assessoria de comunicação, Júlio Cezar, ameaçou processar a jornalista e acusou a “blogueira” de estar a serviço “de um grupo de pessoas que patrocina uma campanha sórdida e covarde para macular minha imagem”.

O prefeito não nominou o grupo e confirmou que o vídeo divulgado pela jornalista, em que aparece numa suposta negociação de compra de votos, é verdadeiro, mas deu outra versão. “O vídeo deixa claro a busca pelo voto espontâneo, em uma conversa com um então candidato a vereador de minha coligação, e não evidencia negociação, ou compra de votos, como tenta vender a blogueira em sua sensacionalista matéria”, disse o prefeito.

A ameaça de processo judicial não parece ter intimidado Grazi Duarte. Em reportagem do Estadão Alagoas, ela avisa que “se dizer a verdade couber processo, esse não será o último nem o primeiro”. A jornalista diz ainda que não tem nada de pessoal contra o prefeito e que apenas abriu espaço para veicular uma denúncia, assim com fez em outros momentos, inclusive em gestões anteriores da prefeitura de Palmeira dos índios.

Grazi Duarte também gravou um vídeo em que reage às ameaças de processo judicial feitas por Júlio Cezar.

Veja a reportagem do Estadão Alagoas

Prefeito de Palmeira perde a compostura e ameaça processar “blogueira”

Segundo informações fidedignas, as declarações do prefeito de Palmeira dos Indios, Julio Cezar da Silva (PSB), levou a jornalista Graziane Duarte a responder com nível mais educado, porém, com riqueza de detalhes, inclusive com vídeos, que segundo a empresária do ramo de comunicação, leia-se PORTAL ESTADÃO ALAGOAS, poderão estar a disposição da justiça, sobre a suposta compra de votos.

No vídeo, a pessoa que é apontada como Julio Cezar diz: “Lá são 5 votos, sem comprar. Ela trabalha 50 votos espontâneos. Não trabalhe dinheiro lá, que ela não trabalha com cadastro. Ela não sabe trabalhar com cadastro”. (Vídeo)

Em resposta, o prefeito perdeu a compostura e ao invés de se defender das acusações, decidiu travar “guerra” com a jornalista na tentativa de denegrir sua imagem, chamando a matéria de sensacionalista.

Julio acusa ainda a jornalista autora da matéria, Grazi Duarte, e coordenadora do portal, de “estar a serviço de um grupo de pessoas que patrocina uma campanha sórdida e covarde para macular minha imagem e desestabilizar nosso governo com matérias mentirosas, tendenciosas, parciais, injúrias, calúnias e ataques à minha honra. Um ódio inexplicável e sem precedentes”.

Ao ameaçar a empreendedora Graziane Duarte, Julio Cezar recebeu por parte da mesma uma resposta mais do que a altura, publicando referidos videos, cujos o restante dos conteúdos, poderão ser apresentados a Justiça alagoana, nos quais deixam bem claro sugestões sobre suposta compra de votos.

“Não tenho problema com o prefeito e a pessoa do Julio Cezar, apenas contra práticas escusas da gestão. Sou a mesma de antes, e serei sempre assim, ontem, hoje ou amanhã. O maior problema do gestor é não ter conseguido angariar o Estadão Alagoas como um de seus parceiros, justamente, pelo nosso meio não admitir ser pago para propagar inverdades. Apontei erros da gestão passada e aponto da atual gestão, nunca cobramos para dizer verdades. Quando serve é bom, quando crítica é inimigo? O Estadão vem cumprindo seu papel social, em Palmeira dos Índios e Alagoas, e o povo sabe bem disso. Já dizia Mário Quintana, eles passarão, eu passarinho”, afirmou Grazi Duarte.

Acesse aqui a notícia na íntegra:  Prefeito de Palmeira perde a compostura e ameaça processar “blogueira”

Saiba mais:

Prefeito de Palmeira dos Índios nega compra de votos e irá processar blogueira

Prefeito de Palmeira dos Índios é flagrado em suposto esquema de compras de votos

 



Compartilhe