Política

Sem intervenção: Podemos supera crise em Alagoas


Redação
Fonte: Jornal de Alagoas

08/08/2018 23h08

A “ameaça” de intervenção do diretório nacional do Podemos na direção estadual do partido em Alagoas ficou só na ameaça. O advogado Omar Coelho, segundo alguns veículos de comunicação, teria assumido a presidência do partido no lugar de Álvaro Vasconcelos.

A intervenção não se confirmou. O próprio Omar revelou a alguns interlocutores que a crise foi superada e Álvaro Vasconcelos segue no comando do partido.

A informação sobre a intervenção circulou após nota assinada pelo 1o secretário da executiva nacional do Podemos, Gustavo Castro e seria decorrente da coligação do partido com a chapa majoritária do MDB em Alagoas.

O Podemos segue coligado com o MDB na chapa de deputado federal Avança Mais Alagoas e na chapa de estadual, denominada “Avança Alagoas”, foi formalizada coligação com PDT, AVANTE e PMN.

Na majoritária, o Podemos está coligado com a chapa de Renan Filho (MDB), mas existem dúvidas se será mantido o nome do empresário Rafael Tenório como 1o suplente de Renan Calheiros (MDB), que é candidato ao Senado.

Em nota, o Podemos Alagoas negou a intervenção. 

Nota Oficial

O Presidente Estadual do Podemos de Alagoas, Álvaro Vasconcelos, diante da notícia veiculada em diversos órgãos de comunicação da Capital, sobre o seu suposto afastamento da Presidência do Partido, vem a público comunicar que procurou a presidente do Partido, Deputada Renata Abreu, e o Secretário-geral, Adriano Stefanni, e foi comunicado de que não há qualquer pedido de intervenção na Executiva Nacional sobre o Diretório Estadual, no tocante às coligações firmadas na Convenção do Partido.

O Partido continua trabalhando para viabilizar as suas candidaturas, que concorrerão no pleito de outubro próximo.

Maceió, 07 de agosto de 2018.

Álvaro Vasconcelos

Presidente



Compartilhe