Política

Alexandre Ayres anuncia prioridades na Saúde de AL


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

22/02/2019 14h53

Advogado, 37 anos, Alexandre Ayres foi anunciado como novo secretário de Saúde por Renan Filho nesta quinta-feira, 21. A indicação é técnica e dentro da cota pessoal do governador.

A relação entre os dois começou a se estreitar quando Ayres assumiu, em 2014, por indicação política a Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos. Deixou o cargo no início de 2018, mas não se afastou do governador. Ele foi o coordenador da campanha da reeleição de Renan Filho e, após a eleição, foi nomeado como secretário adjunto do Gabinete Civil, onde atuou como uma espécie de coordenador da “transição” entre o primeiro e o segundo governo.

Antes que se diga, Ayres não será “mais um advogado” na Saúde.

No currículo ele também tem uma passagem de 5 anos pela Pasta, onde atuou como assessor jurídico. A atuação, entre 2004 e 2009, segundo o próprio Alexandre, permitiu que ele conhece de perto a equipe da Secretaria de Saúde e o sistema público de saúde.

Na conversa com o blog, o secretário revela seus planos para a Secretaria de Saúde.

“Estou de volta a Saúde. Atuei lá durante cinco anos no setor jurídico. Conheço todo o sistema e conheço todo mundo lá. É uma grande equipe e sei que vamos somar nesse grande desafio”, aponta.

O novo secretário sabe que terá muitos desafios pela frente, mas garante que não assumirá a pasta sem conhecer a realidade.

“Tenho já os números da Saúde, já vinha analisando dados com muito interesse. O que posso dizer é que não haverá necessidade de conhecer nada. Vou trabalhar para resolver no curto prazo. E resolver com planejamento. Hoje se planeja pouco na Saúde. A equipe fica assoberbado, apagando incêndio”, adianta.

Ayres promete dedicar maior atenção aos municípios: “os municípios precisam muito de ajuda. Vamos privilegiar o apoio aos municípios alagoanos e planejar a saúde com abertura de novas Upas e hospitais que governo vem construindo. Devemos entregar o hospital da mulher em junho. Será um marco para Alagoas. Um equipamento importante. Um divisor de águas”.

A relação com a Uncisal, que opera equipamentos importantes de Saúde, também será priorizada. “Outro ponto de nossa gestão será a parceria com Uncisal. O reitor Henrique Costa é grande gestor e um parceiro importante. Vamos trabalhar juntos”, afirma.

Quanto aos problemas que vem sendo relatados nos últimos dias, com ênfase no desabastecimento, o novo secretário avisa que não vai olhar para trás. “Vou fazer política pública olhando para a frente. A Sesau tem grandes quadros. Não vou entrar procurando. Tem grandes técnicos. Vou juntar a experiência da equipe com a minha juventude, com minha vontade, para avançar”.

De imediato, o secretário pretende sanar o problema da falta de medicamentos. “Vamos focar a curto prazo na regularização do abastecimento. São os mesmos problemas todos os anos. Fica atrapalhando. Vamos priorizar o planejamento com transparência nas aquisições, com muita transparência nas compras para entregar o que deve ser entregue nas unidades, mas também vamos cobrar a utilização correta”.

Ayres confirma que estão em andamento várias licitações para a compra de medicamentos e insumos para a Saúde. “Fizemos uma força tarefa. O governador Renan Filho tem se empenhado pessoalmente. Faz isso pessoalmente na Saúde. Tenho acompanhado nos últimos quatro meses. Ele se dedica constantemente”, resume.

Quanto ao trabalho do ex-secretário, que deixou o governo recentemente, Ayres acredita que ele deixou uma importante contribuição. “Faço questão de fazer referência ao Christian (Teixeira), de fazer um reconhecimento do trabalho dele. Conseguiu resolver com o trabalho grandes problemas em apenas dois anos. Ele deixou um legado. Vamos dar continuidade”, diz.

“O desabastecimento não é questão nova para a Saúde. Espero que não passe mais por isso. O Christian não tem culpa disso. Ele sempre lutou pela legalidade e pelo bom andamento dos processos. Lutou bastante”, aponta.



Compartilhe