Política

Davi Davino defende união de Rui Palmeira e Renan Filho


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

05/06/2019 12h25

O governador Renan Filho e o Prefeito de Maceió, Rui Palmeira, tem evitado qualquer contato, até mesmo no campo institucional, desde 2016, nas eleições.

Para tratar dos problemas de três bairros  da cidade de Maceió, que tem tirado o sossego dos moradores, em ofício enviado a Renan Filho, Rui diz não ter condições de resolver, sozinho, a situação dos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro.

O deputado estadual Davi Davino Filho (PP) já havia sugerido, recentemente, a criação de um gabinete de crise para tratar o imbróglio que envolve a mineração de sal-gema no Pinheiro e outros bairros da capital.

Nessa terça-feira (04), o parlamentar voltou a bater na tecla. Desta vez, para avaliar o reconhecimento de calamidade pública na área afetada pelo governo federal.

Davino aproveitou para “parabenizar” o prefeito Rui Palmeira (PSDB) por ter tomado a iniciativa de pedir oficialmente ajuda do governador Renan Filho (MDB).

Davino é reconhecido por sua capacidade de articulação. Tem forte atuação nos bastidores e já conseguiu juntar muitos adversários em torno de projetos comuns. Para o governador e o prefeito, ele recomendou união.

“Está na hora de deixar questões políticas e eleitorais de lado”, disse durante intervenção na Assembleia Legislativa, ontem. “As pessoas precisam de políticos voltados para o povo, voltados para união, para conseguir assim amenizar os seus problemas”, emendou ao comentar a necessidade de atuação conjunta do Estado e Município no bairro do Pinheiro.

Para Davino, “foi uma ato de humildade de o prefeito reconhecer que precisa de ajuda, e saber que junto com o estado pode resolver muito mais rápido os problemas das pessoas afetadas pelo desgaste do solo nos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro”.

Agora é esperar a posição do governador. Renan Filho, que estava de licença para tratar de assuntos particulares, já está de volta ao Brasil e reassume o governo de Alagoas nesta quarta-feira, 5.



Compartilhe