a Luciano Barbosa está de volta à Secretaria de Educação | Jornal de Alagoas

Política

Luciano Barbosa está de volta à Secretaria de Educação


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

06/06/2019 10h44

 

Durante a viagem do governador Renan Filho a Europa, na última sexta-feira (31), o vice-governador Luciano Barbosa, ficou fora da pasta de educação, para assumir o governo, durante o periodo da viagem de Renan.


Luciano Barbosa está de volta à Secretaria de Educação. O ato com sua nomeação saiu no Diário Oficial desta quarta-feira, 5. Também no DO de hoje saiu o termo de transmissão de cargo em que Renan Filho reassume o governo.

Foi um período curto, de apenas dois dias úteis, mas o suficiente para quem sabe “testar” o vice-como eventual candidato a governador nas eleições de 2022.

Na sexta-feira, 31, Barbosa cumpriu agenda pública em Maceió e em Piaçabuçú, onde fez a entrega de chaves e a inauguração de um conjunto habitacional.

Na segunda-feira, LB foi à região norte, onde visitou obras do hospital regional de Porto Calvo, além de uma área histórica e uma escola estadual que está sendo reformada. Tudo com direito ao acompanhamento de comitiva de assessores e o tradicional aperto de mãos de operários.

A passagem do vice pelo interior ganhou espaço no Instagram de Renan Filho: “hoje o @luciano_barbosa15 visitou o Hospital Regional do Norte, lá em Porto Calvo, para conferir o andamento das obras. Daqui pro comecinho do ano que vem vamos ter esse equipamento funcionando! Ah! Ele também visitou a Escola Estadual de Tempo Integral Nossa Sra. da Apresentação, que está sendo reconstruída!”.

O registro de RF da ação do vice no interior pode ser “mera coincidência” ou não.

Em julho, com a viagem de Renan Filho à China, Barbosa volta a assumir o governo de Alagoas, desta vez por um período de duas semanas. Certamente sua agenda estará repleta de visita a várias obras no interior.

Na avaliação de um importante deputado da base do governo, o nome de Barbosa é o que está posto na mesa como candidato a governador em 2022 na sucessão de Renan Filho. “Se o governador conseguir entregar o prometido (obras, colocar hospitais em funcionamento etc.) e mantiver as contas em dia, às chances de fazer o sucessor crescem muito”, pondera.



Compartilhe