a Não tenho compromisso com JHC, diz Rodrigo Cunha | Jornal de Alagoas

Política

Não tenho compromisso com JHC, diz Rodrigo Cunha


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

01/08/2019 09h24

O apoio do senador Rodrigo Cunha (PSDB) a pré-candidatura do deputado federal João Henrique Caldas (PSB) à prefeitura de Maceió pode esbarrar no projeto de fortalecimento do tucanato em Alagoas.

Numa conversa com jornalistas, para balanço dos primeiros meses do mandato federal, o senador avisou que sua prioridade é fortalecer o PSDB. Quanto mais candidatos a prefeito e vereador pelo partido no próximo ano, melhor.

O caso de Maceió é mais complexo. Nos bastidores a aliança entre Rodrigo e JHC era dada como certa. Seria a repetição de 2018. O problema é que o atual prefeito da capital e um dos lideres mais expressivos do partido não aceita sequer pensar na possibilidade.

O encontro com a imprensa veio poucos dias depois de uma reunião entre Cunha Rui Palmeira.

Aos jornalistas, o senador avisou que a sucessão na capital passa pelo atual prefeito: “Não tenho compromisso com JHC”, resumiu.

Na base do convencimento

Cunha assumiu o comando do PSDB de Alagoas e dificilmente conseguirá convencer alguns dos tucanos mais influentes a embarcar numa aliança com o deputado do PSB. “O PSDB é um partido que tem uma estrutura, tem vida. A decisão nunca será tomada isoladamente por ninguém, nem mesmo pelo presidente. O apoio a JHC ou qualquer outro nome terá que sair na base do consenso”, aponta um influente interlocutor tucano.

Atual presidente do PSDB em Alagoas, o senador avisa que vai ouvir Rui Palmeira: “É um jovem líder que me ajudou a caminhar em alguns locais (do estado). Ele se credencia (a ser candidato) pela votação que teve. Mas não houve acordo algum entre ele e eu para eleições futuras. Sobre 2020 e o PSDB, tenho que ouvir o prefeito Rui sobre isso. O momento ainda vai ser criado para tratar sobre as próximas eleições”, disse o senador através de nota.

Caminhando

Ainda no papo com jornalistas, Rodrigo afirmou que pretende fortalecer o partido no estado. Ele tem se reunido com lideranças da sigla, e vai discutir com os atuais prefeitos sobre a sucessão municipal.

“Vou percorrer todos os 102 municípios a procura de novas lideranças, uma união por uma nova Alagoas. Vamos conversar para lançar nomes do PSDB na maioria das cidades alagoanas. Em 2016 o partido elegeu 18 prefeitos e hoje temos apenas cinco. Estou presidente e pretendo fortalecer o partido, viajando pelos municípios, conversando e buscando unir a todos em torno de um PSDB mais forte e capaz de lutar por essa nova Alagoas”, informou.

Com relação à sua atuação no Senado, Rodrigo Cunha contou que tem feito um trabalho importante à frente da Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle, onde elegeu a fiscalização de obras de creches paradas como prioridade máxima este ano.

O senador apontou que tem preparado seu gabinete para ajudar as prefeituras a destravar projetos em andamento nos diferentes ministérios. Rodrigo Cunha adiantou que pretende dedicar sua atuação a melhorar os críticos indicadores sociais do estado. E que este certamente será um dos critérios usados na definição dos recursos. Mas que também ouvirá a população, por meio das redes sociais e de andanças pelo estado, bem como as prefeituras.



Compartilhe