a Em discurso, Bolsonaro inoriza críticas sobre desmatamento | Jornal de Alagoas

Política

Em discurso, Bolsonaro inoriza críticas sobre desmatamento


Fonte: UOL

06/08/2019 17h22

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) voltou a questionar hoje, em São Paulo, a precisão de dados sobre o desmatamento da Amazônia, assim como a divulgação dos mesmos. As críticas fizeram parte de um discurso repleto de ironias por parte de Bolsonaro, mirando não só a questão do meio ambiente, mas também a imprensa e líderes estrangeiros.
 
 Na semana passada, o governo decidiu exonerar Ricardo Galvão, que dirigia o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), o órgão responsável por coletar dados de desmatamento, depois de um embate público entre ele e Bolsonaro sobre a qualidade e a publicidade das informações.
 
Hoje, Bolsonaro afirmou que "dados imprecisos" sobre desmatamento estão sendo divulgados, e ironizou a questão. 
 
"Um número absurdo como aquele de que eu desmatei 88% da Amazônia. Eu sou o 'capitão motosserra'", disse o presidente, em tom de brincadeira. "[Se] divulga isso, é péssimo para a gente." 
 
Em sua fala, o presidente distorceu o dado do Inpe, que apontou que o desmantelamento na Amazônia avançou 88% em junho na comparação com o mesmo mês em 2018. Bolsonaro deu as declarações em discurso no congresso da Fenabrave, entidade que representa o setor de concessionárias de veículos.


Compartilhe