a Ronaldo Lessa pode ser o candidato de Rui Palmeira | Jornal de Alagoas

Política

Ronaldo Lessa pode ser o candidato de Rui Palmeira


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

06/11/2019 10h15

Nos bastidores ele é apontado como um dos mais influentes assessores do prefeito de Maceió, Rui Palmeira (PSDB). Secretário municipal de Iluminação Pública, e com fama bom articulador, Tácio Melo, assumiu há dois meses a presidência do Podemos em Alagoas e trabalha para montar uma chapa capaz de eleger até três vereadores em Maceió.

O candidato majoritário, avisa, será indicado por Rui Palmeira. “Vamos apoiar o nome que for escolhido pelo prefeito”, informou recentemente ao Blog do Edivaldo Júnior.

Numa longa entrevista que deu ao jornalista Cícero Filho (programa Folha na TV), Tácio fez declarações que vem ganhando repercussão nas redes sociais – em especial em grupos de Watsapp.

Tácio não fala por Rui Palmeira, mas conhece o que ele pensa politicamente. Na entrevista, o presidente do Podemos fez diversas revelações.

O ex-governador Ronaldo Lessa , segundo Tácio, “é bem-vindo” no grupo de Rui Palmeira. Ele vai mais longe e diz que o atual presidente do PDT em Alagoas pode disputar com o apoio do atual prefeito.

“Pode ser (candidato a prefeito do grupo). Não tem nada que feche porta”, disse, para em seguida acrescentar que Ronaldo Lessa “fez opção de ir para o lado os calheiros na última eleição por uma questão de sobrevivência”.

Ninho tucano

Tácio nega que exista “racha” no PSDB, o partido do prefeito. “Não vejo o PSDB abrindo mão de ter uma candidatura própria em Maceió. O prefeito Rui Palmeira entende que a melhor forma é o partido ter um candidato. O PSDB tem um prefeito bem avaliado e é provável que o tenha uma pessoa mais próxima Rui Palmeira e Rodrigo Cunha (senador e presidente do PSDB em AL)”, aponta.

Melo repete os nomes de tucanos já citados nos bastidores: a deputada federal Tereza Nelma e os vereadores de Maceió Eduardo Canuto e Kelmann Vieira.

Aliados

A escolha do candidato que terá o apoio de Rui Palmeira, seja do PSDB ou não, seguirá, avalia Tácio, ‘critérios’ importantes nesse tipo de situação: “a gente tem que ser pragmático. Olhar para as pesquisas, ver qual o melhor para a cidade e quem teria uma harmonia melhor dentro do bloco”.

Se o PSDB não tiver nenhum nome considerado ‘competitivo’, Tácio adianta que Rui Palmeira poderá escolher um aliado.

“O prefeito entende que primeiro tem que fechar analisar os nomes do PSDB e não sendo possível, temos os partidos aliados”, diz. Ele cita PP, PROS, DEM, Podemos e até o PSB (hoje com João Henrique Caldas) porque “nas últimas eleições o PSB sempre esteve marchando no bloco da gente”.

Reforço

Os planos do Podemos é crescer em Alagoas, avisa Tácio. Além de contar com a possibilidade de eleger três vereadores em Maceió (podendo ser ele próprio um dos candidatos), o partido deve disputar a eleição em várias outras cidades.

O partido também espera receber o reforço de políticos com mandato. Tácio revela proximidade como o deputado estadual Bruno Toledo (PROS) “que provavelmente é um dos quadros que vem futuramente para o Podemos”.

Como o projeto do partido é eleger um deputado federal em Alagoas em 2022, Bruno Toledo pode ser o nome para entrar na disputa.



Compartilhe