a PT acusa deputado Cabo Bebeto de “provocação covarde” | Jornal de Alagoas

Política

PT acusa deputado Cabo Bebeto de “provocação covarde”


Fonte: Blog do Edivaldo Junior

12/12/2019 09h38

A votação da reforma da previdência estadual na Assembleia Legislativa de Alagoas foi encerrada nessa última terça-feira (10), mas continua levantando debates. De protestos de servidores a ações na Justiça, além de embates políticos com desdobramentos eleitorais.

Durante a sessão o deputado estadual Cabo Bebeto (PSL) segurou uma placa e posou para fotos, perguntando “cadê o PT na Reforma da Previdência do Estado”. Ao lado dele estava Davi Maia, segurando placa semelhante, cobrando a mesma posição do PCdoB.

A atitude, durante o processo de votação, aparentemente montada para repercutir nas redes sociais, levou o Partido dos Trabalhadores em Alagoas a se posicionar sobre a reforma no Estado.

Sem representação na ALE, o partido, que ocupa cargos no governo de Renan Filho, apenas recomendou o diálogo em torno da questão.

O PT foi contra a reforma da previdência aprovada no Congresso Nacional, mas não se posicionou claramente sobre a proposta do Estado.

Alguns parlamentares cobravam que o PT e PCdoB entregassem os cargos que ocupam no governo de Alagoas.

O presidente do PT em Alagoas, Ricardo Barbosa, se manifestou em vídeo gravado para as redes sociais nessa quarta-feira (11), ele classificou de “provocação covarde” a “iniciativa” dos deputados.

“Quero fazer alusão a um fato ocorrido na terça-feira 10 de dezembro, na sessão que discutiu e deliberou acerca da reforma da previdência de Alagoas, mais especificamente a uma provocação na minha opinião covarde. Porque na Assembleia Legislativa o Partido dos Trabalhadores, e aqui também falo em relação ao PCdoB, não tem parlamentares para responder a altura quando da provocação dos deputados. Com todo respeito, Davi Mai e Cabo Bebeto, levantaram placas perguntando e aí eu me refiro ao PT aonde estava o PT na reforma da previdência de Alagoas”, reagiu.

“Deputado Cabo Bebeto, quero dizer ao senhor que o PT estava onde sempre esteve, inclusive na discussão da Reforma da Previdência do governo que tem o seu apoio, o governo do Bolsonaro, a reforma da capitalização da previdência, da destruição da previdência pública. Nós estávamos contra, como estamos contra, todo tipo de ataque aos direitos dos trabalhadores. Esse é o posicionamento do PT”, apontou Ricardo.

O presidente do PT continuou se referindo a Bebeto: “O PT tem 40 anos, vamos completar agora em fevereiro, diferente do vosso partido, que mal surgiu e já acabou. Inclusive o seu presidente já migrou para outro partido, de tão importante que é esse partido para o presidente que você ajudou a eleger”.

“O Partido dos Trabalhadores está ao lado das lutas e das conquistas dos direito sociais. Nós estamos ao lado dos negros, na sua luta anti-racismo. Nós estamos ao lado dos LGBTs, na luta contra a homofobia. E o senhor, Cabo Bebeto, aonde está em relação a essas causas que o PT defende e levanta bandeira? Respeite o Partido dos Trabalhadores porque se o PT tivesse parlamentar representado na Assembleia Legislativa teria respondido a sua provocação covarde”, finalizou Ricardo.



Compartilhe