a Mais pré-candidato do que nunca, Gaspar pode se filiar ao PSDB | Jornal de Alagoas

Política

Mais pré-candidato do que nunca, Gaspar pode se filiar ao PSDB


Fonte: Blog do Edivaldo Júnior

12/01/2020 14h54

Na série sobre os pré-candidatos a prefeito, o ainda procurador Geral de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça Neto deveria ser um dos últimos a ser ‘ouvido’, afinal ele não pode, por força de lei ‘fazer política partidária’ até deixar a carreira de promotor no Ministério Público Estadual.

Os ‘fatos’ dos últimos dias, no entanto, justificam ‘antecipar’ aqui a posição do PGJ.

A decisão de Gaspar, segundo seus interlocutores mais próximos, fica para o início de março. Até lá, ele será alvo de muitas especulações – um movimento natural dada a natureza do cargo que ocupa.

Nos últimos dias Gaspar, segundo diferentes versões de bastidores, teria conversado com outros pré-candidatos, em busca de composição. Entre eles, estariam Cabo Bebeto (PSL), Davi Davino Filho (PP) e João Henrique Caldas (PSB).

A mais nova e impactante versão surgiu esta semana em um artigo assinado por Claudionor Araújo no portal AL1.

No artigo, Claudionor, que já foi presidente do PSDB e secretário de Estado na gestão do ex-governador Teotonio Vilella Filho fala sobre a “possível filiação de Alfredo Gaspar ao PSDB”.

Segundo Araújo, esse movimento “muda substancialmente o cenário da disputa eleitoral da Capital alagoana”, primeiro porque acabaria o ‘racha’ no PSDB e segundo porque deixaria o governador Renan Filho (MDB) “a mais viável aposta política para conquistar Maceió.”

Não resta dúvidas. Algo assim viraria o jogo a favor de Gaspar.

A reflexão de Gaspar

O interlocutor de Alfredo Gaspar explica o PGJ está amadurecendo a decisão de ser candidato a prefeito de Maceió, o que deve ocorrer até o início de março próximo. Em resposta a questionamentos do blog, ele enviou os seguintes comentários.

1) nunca conversou sobre Candidatura a Maceió com JHC, imagina pra indicar vice

2) governador Renan filho tem respeitado o tempo e a decisão do Alfredo, porque envolve toda uma vida no MP e pessoal

3) Alfredo está de férias para dias de descanso e refletir sobre sua saída e o futuro de Maceió. Após o carnaval ele anunciará sua decisão.

4) presidente Renata Abreu quer Alfredo no Podemos, mas não existem conversas com Tacio sobre (a filiação).

5) Alfredo tem boa relação com Rui (Palmeira), Renan Filho e Rodrigo (Cunha), e está tomando a decisão correta para o futuro de sua vida pessoal e profissional !

6) Ele tá no jogo, com vontade, mas nesse momento é o momento de reflexão por onde seguir e como seguir!

Um pé no PSDB?

A relação próxima de Gaspar com Renan Filho não afasta a possibilidade dele ser candidato a prefeito com apoio de Rui Palmeira e Rodrigo Cunha. É um verdadeiro ‘xadrez’ político. Gaspar, apesar da pouca experiência na área, tenta resolver o jogo (limpando o terreno, diminuindo a quantidade de adversários e tentando fazer novos aliados) antes mesmo de entrar em campo.

Nesse cenário, além do MDB, ele teria à disposição para se filiar o PSL, o Podemos e, agora, o PSDB.

Até o momento, fica a dúvida se o que Claudionor escreveu é um desejo pessoal ou um “recado” que pode ter sido articulado com a ajuda de tucanos mais experientes que tentam apontar o caminho para o partido continuar com a prefeitura da capital. Seja uma coisa ou outra, o grupo de Gaspar não negou até agora essa possibilidade.

Veja o que diz Claudionor:

Novo cenário na sucessão em Maceió

*Claudionor Araújo* (*)

A possível filiação de Alfredo Gaspar ao PSDB, muda substancialmente o cenário da disputa eleitoral da Capital alagoana.

Primeiro porque significará o fim de um possível racha entre as lideranças políticas, Prefeito Rui Palmeira e o Senador Rodrigo Cunha, líder dos tucanos, cujas consequências eleitorais poderiam ser fatais.

Segundo porque retira do Governador Renan Filho, sua principal e mais viável aposta política para conquistar Maceió.

Finalmente, porque praticamente isola o líder absoluto das pesquisas até aqui realizadas por diversos institutos de coleta de intenções de voto, o Deputado JHC, que teve sua pré-candidatura recentemente lançada por seu Partido, o PSB, do qual é Presidente Estadual.

Nesse novo cenário, dificilmente o ex-Governador Ronaldo Lessa manteria sua pretensão de entrar na disputa, pois, obviamente, na teria o apoio do Prefeito Rui Palmeira.

Restaria, assim, o nome do Deputado Davi Davino, bem situado nas pesquisas, com os apoios do Presidente da Assembléia Legislativa, Deputado Marcelo Vitor e de grande parte dos deputados daquela Casa, e do Deputado Federal Arthur Lira.

Davi Davino poderia, contudo, compor a vice, contribuindo fortemente para consolidar o grupo liderado pelo Prefeito Rui Palmeira, pelo Senador Rodrigo Cunha e o ex-Governador Teotonio Vilela Filho.

(*) Ex-presidente Estadual do PSDB



Compartilhe