a Cícero Almeida e Ronaldo Lessa confirmam pré-candidatura | Jornal de Alagoas

Política

Cícero Almeida e Ronaldo Lessa confirmam pré-candidatura


Fonte: Blog do Edvaldo Júnior

19/01/2020 12h00

Com a virada do ano, os partidos começaram a dar novos rumos em seus projetos eleitorais em Alagoas. No interior e, principalmente, na capital.

Em pouco mais de duas semanas, Maceió ganhou cinco pré-candidatos a prefeito: Cícero Filho (PCdoB), Flávio Moreno (PSL), João Henrique Caldas (PSB), Ricardo Barbosa (PT) e Ricardo Santa Ritta (Avante), este último o primeiro a ter o nome lançado oficialmente em ato do partido.

Nesse sábado (18), mais dois nomes de pré-candidatos a prefeito foram confirmados em Maceió. Ronaldo Lessa (PDT) e Cícero Almeida (CD). Em comum, os dois tem o fato de já terem sido prefeito de Maceió.

Lessa já havia antecipado ao Blog do Edivaldo Júnior que deveria se decidir ‘depois’ do carnaval, mas neste sábado o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmou ao portal “O Antagonista” que o partido vai lançar Ronaldo Lessa candidato à Prefeitura de Maceió neste ano.

“A candidatura de Lessa — primo do deputado federal Maurício Quintella (PL), ministro dos Transportes de Michel Temer — tem o apoio de Ciro Gomes, que pretende contar com palanque em Maceió caso tente, de novo, chegar ao Planalto em 2022. O atual prefeito da capital alagoana, Rui Palmeira (PSDB), finalizando seu segundo mandato, não descarta a possibilidade de apoiar Lessa.”, diz O Antagonista.

“Voltar a ser prefeito de Maceió seria uma honra, foi o melhor mandato de todos os quais eu já passei, mas prefeito foi o cargo que eu pude realmente sentir o calor humano”, disse Lessa em entrevista a um site local também neste sábado.

Já o ex-prefeito Cícero Almeida disse ao jornalista Luiz Villar que seu nome foi lançado pelo partido e que está pronto para entrar na disputa.

“É uma decisão do partido. Como eu nunca me neguei e já me vi em outras situações semelhantes, eu vou aguardar os próximos dias. Mas, oficialmente, a decisão do partido é de que a gente seja candidato e participe do processo”, disse Cícero Almeida.

Na entrevista a Villar, Almeida revela o que o motivou a aceitar a missão do PSDC foi ter aguardado uma decisão do procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, candidatura que ele defendia. Diante da “demora nessa tomada de posição”, segundo Almeida, o PSDC resolveu se adiantar.

“Acredito que o Gaspar de Mendonça é o melhor nome que temos hoje. Mas como há uma indefinição, o partido decidiu que está na hora de lançar um nome. Colocamos, com muita dignidade, a nossa história. Agora, de forma independente, teremos maior liberdade e autonomia. Vamos saber até onde vai a vontade do povo. Se sentirmos que a população almeja a nossa volta, prosseguimos com o projeto. Se essa não for a vontade do povo, sentamos, conversamos e reavaliamos. Mas, no momento, a decisão é essa: ser candidato à Prefeitura de Maceió”, disse Almeida.

A decisão de Lupi, de antecipar o nome de Lessa, deixa de fora outro nome do PDT que pretende disputar a prefeitura da capital. Trata-se do ex-prefeito Corintho Campelo, que está em plena pré-campanha. Campelo, dizem nos bastidores, pode mudar de partido para levar adiante o sonho de voltar a dirigir a capital alagoana.



Compartilhe